h1

Sábado na sexta-feira

janeiro 28, 2007

Um pouco grande, mas vale a pena lê-lo.

pordosolÀs vezes a pessoa se pergunta o porquê do dia de descanso ser o “sábado“.

Esse texto foi cortado alguma partes, o original é: http://www.advir.com.br/sermoes/pergunta1_17.htm

Respostas de perguntas feitas por ouvintes da Rádio Novo Tempo FM. Compilação do Pr. Irineo E. Koch Colaboração: Amiltom de Menezes

1 – Freqüentemente nossos ouvintes perguntam qual a razão de, como cristãos, especialmente como adventistas do sétimo dia, contarmos a duração dos dias de forma diferente. Por que o sábado é contado a partir do pôr do sol de sexta-feira, e não a partir da meia-noite? Por que o ano de 1995 vai começar no pôr do sol do sábado, às 20:29 – segundo a meteorologia e não à meia-noite? E o calendário nunca foi mudado? Poderia o sábado original ser na verdade uma segunda-feira ou estar em outro dia da semana?
“O tempo que a Terra gasta em seu movimento de oeste para leste, descrevendo uma elipse alongada em torno do sol, forma o ano. O espaço de tempo necessário para uma evolução completa da lua em volta da Terra forma o mês. O período que a Terra leva para completar o movimento de rotação ao redor de seu próprio eixo, forma o dia. Com efeito, o ano, o mês e o dia estão associados, como unidade de tempo, aos fenômenos astronômicos. A semana, entretanto, constitui um ciclo independente, de origem divina, sem qualquer relação com as lunações ou movimento de translação e rotação da Terra”(RA, 09-78, pág. 8 CPB).
Quando Deus criou o mundo, o fez em seis dias, descansando no sétimo. Gênesis capítulo 1 e 2:1-3. É interessante observar que após cada dia, o escritor bíblico registra: “houve tarde e manhã, o primeiro dia” (verso 5); “houve tarde e manhã, o segundo dia” (verso 8); “houve tarde e manhã, o terceiro dia” (verso 13); “houve tarde e manhã, o quarto dia” (verso 19); “houve tarde e manhã, o quinto dia” (verso 23); “houve tarde e manhã, o sexto dia” (verso 31). Você percebeu? … TARDE e MANHÃ. Primeiro TARDE (a parte escura do dia), depois MANHÃ (a parte clara). Assim começou o mundo e assim eram contados os dias.
O dia na Bíblia era de uma tarde até a outra. De um pôr do sol a outro (Lev. 23:32; Êxodo 12:18). Este modo de medir o tempo baseava-se no costume de calcular os meses pelo aparecimento da lua nova. A designação exata do dia civil compreendia a tarde e a manhã, ou noite e dia (Daniel 8:14; II Cor. 11:25). Posto que a tarde servia de entrada para um novo dia, também fazia parte do dia natural, que restritamente falando, o completava. A tarde que dava início ao dia quinze de Nisã é designada pela expressão “desde o dia quatorze do primeiro mês à tarde, comereis pães asmos, até a tarde do dia vinte” Êxodo 12:18; compare com II Crônicas 35:1 e Levítico 23:32. Os dias da semana não tinham nome; eram designados por números, com exceção do sétimo dia que tinha o nome de sábado.”
A recomendação bíblica de Levítico 23:32 é “de uma tarde a outra celebrareis o sábado.” Ou seja, do pôr do sol de sexta-feira, ao pôr do sol de sábado. Assim, pelo método bíblico e divino de conta r os dias, estes não começam a meia-noite, e sim, de pôr do sol a pôr do sol. Tarde e manhã. Parte escura e parte clara. Por exemplo: segunda-feira à noite, pelo método humano de contar os dias é, biblicamente falando, terça-feira, parte escura do dia. Assim sendo, o ano novo não começa à meia-noite, e sim ao pôr do sol. O dia 31 de dezembro acaba ao pôr do sol. (Nesse ano, às 20:29 min.). A partir de 20:30, começamos 1995. Esta, repito, é a forma bíblica de contar os dias. Tarde e manhã. De pôr do sol a pôr do sol.
Um outro fato interessante que vale a pena ser ressaltado aqui é de que os calendários têm mudado, mas a semana jamais foi alterada desde o começo do mundo. Apesar de mudanças de um calendário para outro, a semana permanece em seqüência ininterrupta desde o começo, quando Deus trouxe à existência Sua Criação.
O Calendário Gregoriano, agora em uso em todo o mundo, é preciso e exato com relação à ordem dos dias da semana. Alguns imaginam que ocorreram mudanças do calendário entre o tempo de Cristo e o nosso. Houve apenas uma: a mudança do Calendário Juliano para o Gregoriano. Essa mudança não exerceu nenhuma influência sobre os dias da semana desde os tempos de Cristo: tão pouco houve qualquer mudança antes disso, tanto quanto os registros o demonstrem. Os dias do mês foram deslocados, ao ser adotado o Calendário Gregoriano; os dias da semana, porém, não. Continuaram imutáveis desde o começo e são agora os mesmos de toda a história passada.
E o Calendário Gregoriano é o mesmo que usamos em nossos lares, em nossas agendas, de acordo com o qual quase todo o mundo se orienta na contagem do tempo. Como já dissemos, foi introduzido por proclamação do papa de Roma em 1582 A. D.
Cremos que a Bíblia é a verdade. E ela menciona que no sábado, final da semana – semana que vem de forma sistemática, sem alterações. desde a criação – Deus convida o ser humano para receber as bênçãos desse dia que Ele separou no Éden. Esse sétimo dia idêntico ao da criação pode ser encontrado, caso alguém deseje encontrá-lo. E ele pode ser identificado mesmo que alguém o queira fazê-lo desaparecer. Não há meio algum pelo qual possa ele ser perdido de vista. Quando o sol se põe na sexta-feira à noite, o mesmo sétimo dia da criação tem início. É o mesmo sétimo dia que o mandamento de Deus nos ordena guardar. Em qualquer lugar do mundo. Este mandamento declara: “O sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus: não farás nenhuma obra.” Por conseguinte, quando o Sol se põe ma sexta-feira à noite, estamos em tempo sagrado.

About these ads

One comment

  1. Gostei muito da explicação estava atraz desta explicação pois estou dando estudo para uma pessoa q me perguntou valeu continua assim.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: