h1

O exemplo de Isaac Newton

julho 12, 2007

Observando uns sites por aí achei algo muito interessante que fala sobre o gênio Isaac Newton. Muitos, que já começaram a estudar física(no colégio mesmo), podem ter visto falar desse homem. Um físico, matemático e que acima de tudo também dedicava tempo para as coisas de Deus. Isso é super importante, pois imagine, você que estuda muito, pode pensar que não tem tempo para ler a Bíblia, meditar nas coisas de Deus. E aí está o exemplo desse estudante de carteirinha que apesar do muito estudo sempre dedicava tempo para as coisas de Deus. Mesmo com isso não deixou de estudar e fazer suas grandes descobertas.

De acordo com: Ruy Carlos de Camargo Vieira (Ph.D., Universidade de S. Paulo) e engenheiro mecânico e elétrico e presentemente membro do Conselho Superior da Agência Espacial Brasileira. Em 1971 o Dr. Vieira fundou a Sociedade Criacionista Brasileira e lançou a Folha Criacionista, uma revista publicada no Brasil duas vezes por ano. Seu endereço: Caixa Postal 08743; 70312-970 Brasília, D.F.; Brasil. Fax: 55-61-577-3892.
Diz que Newton não era um grande físico e matemática, mas também era um teólogo. Eis algumas palavras dele abaixo, que você pode ler por completo aqui.

Era uma pessoa fora do comum — distraído e generoso, sensível à crítica e modesto. Enfrentou uma série de crises psicológicas. Tinha dificuldade em manter boas relações sociais. Contudo, ele foi um dos raros gigantes da história — um físico brilhante, astrônomo e matemático extraordinário e um filósofo natural.

Minha jornada para a compreensão de Newton como teólogo começou há 45 anos, quando me tornei adventista do sétimo dia depois de assistir a uma série evangelística sobre as fascinantes profecias de Daniel e Apocalipse. Estava então estudando na Escola Politécnica da Universidade de S. Paulo, visando a obter um diploma de engenharia.

Em minha procura de literatura apropriada, descobri uma versão portuguesa de 1950 de Newton’s Observations Upon the Prophecies of Daniel and the Apocalypse — não na biblioteca da escola ou numa livraria, mas em uma banca de livros velhos em uma esquina de S. Paulo. Fiquei encantado ao descobrir que o mesmo Isaac Newton a quem nós, como estudantes de engenharia, conheceramos em ótica, mecânica, cálculo e gravitação, tinha dedicado bastante tempo e esforço à cronologia bíblica e à interpretação de profecia! Com efeito, a Enciclopédia Britânica dá uma lista de livros de Newton, The Chronology of Ancient Kings Amended e Observations Upon the Prophecies of Daniel and the Apocalypse of St. John entre suas cinco obras mais importantes, as outras sendo Philosophiae Naturalis, Principia Mathematica, Opticks e Arithmetica Universalis.

Minha descoberta e estudo de Newton como um erudito cristão levou-me a compreendê-lo como um criacionista, um adventista e um intérprete das profecias.

Newton, o criacionista

Newton escreveu de novo: “Os movimentos que os planetas têm hoje não podiam ter originado em uma causa natural isolada, mas foram impostos por um agente inteligente”.3

Outros escritos confirmam a forte crença de Newton num Criador, a quem ele se referia freqüentemente como o “Pantokrator”, termo grego, o Todo-Poderoso, “com autoridade sobre tudo que existe, sobre a forma do mundo natural e sobre o curso da história humana”.

Newton, o adventista

Para esclarecer:

Adventista” – é aquele que espera o retorno de Cristo à esta terra. Praticamente todos os cristãos são “adventistas” neste sentido.

Adventista do Sétimo Dia” – é aquele que pertence à Igreja que leva este nome. É evidente que uma das verdades distintivas deste movimento é a crença na Segunda Vinda de Cristo a este mundo.

Newton também se preocupava com a restauração da Igreja Cristã à sua pureza apostólica. Seu estudo das profecias o levou a concluir que afinal a igreja, a despeito de seus defeitos presentes, triunfaria. William Whiston, que sucedeu a Newton como professor de matemática em Cambridge e escreveu The Accomplishment of Scripture Prophecies, declarou depois da morte de Newton que “ele e Samuel Clarke tinham desistido de lutar pela restauração da Igreja às normas dos tempos apostólicos primitivos porque a interpretação que Newton dava às profecias os tinha levado a esperar uma longa era de corrupção antes de poder ser efetiva”.5

Newton cria num remanescente fiel que testemunharia até o fim dos tempos. Um de seus biógrafos escreve: “Por igreja verdadeira, à qual as profecias apontavam, Newton não pensava incluir todos os cristãos nominais, mas um remanescente, um pequeno povo disperso, escolhido por Deus, povo que não sendo movido por qualquer inte-resse, instrução ou o poder de autoridades humanas, é capaz de se dedicar sincera e diligentemente à busca da verdade”. “Newton estava longe de identificar o que quer que existisse a seu redor como o verdadeiro cristianismo apostólico. Sua cronologia interna tinha posto o dia da trombeta final dois séculos mais tarde.”6

Tratando das visões subseqüentes de Daniel, Newton deixa claro que depois do quarto reino sobre a terra viria a segunda vinda de Cristo e o estabelecimento de Seu reino eterno: “A profecia do Filho do homem vindo nas nuvens do céu relaciona-se com a segunda vinda de Cristo.”8

Newton, o intérprete profético

Newton não estava satisfeito com a interpretação das profecias então corrente. Sustentava que os intérpretes não tinham “método prévio…Eles torcem partes da profecia, colocando-as fora de sua ordem natural, segundo sua conveniência”.9

“Ventos tempestuosos, ou o movimento de nuvens (significam) guerras;…Chuva, se não excessiva e orvalho e água viva (significam) as graças e doutrinas do Espírito; e a falta de chuva, a esterilidade espiritual. Na terra, a terra seca e as águas congregadas, como um mar, um rio, um dilúvio, significam o povo de várias regiões, nações e domínios….E diversos animais como um Leão, um Urso, um Leopardo, um Bode, segundo suas características, representam diversos reinos e corpos políticos… Um Governante é representado por ele cavalgar um animal; um Guerreiro e Conquistador, por ter uma espada e um arco; um homem poderoso, por sua estatura gigantesca; um juiz por pesos e medidas;…honra e glória, por uma roupagem esplêndida; dignidade real, por púrpura ou escarlate, ou por uma coroa; fraqueza, por roupas manchadas e sujas.”10

Na interpretação de profecias relacionadas com tempo, Newton sustentava que “os dias de Daniel são anos”.11 Ele aplicou este princípio às 70 semanas12 e aos “três tempos e meio” do período de apostasia. Newton deixa claro que o “dia profético” é “um ano solar”, e que “tempo” na profecia também é equivalente a um ano solar”; “E tempos e leis foram daí em diante dados em sua mão, por um tempo, tempos e metade de um tempo, ou três tempos e meio; isto é por 1260 anos solares, calculando o tempo por um ano de 360 dias, e um dia por um ano solar”.13

Conclusão

Newton era muito cauteloso em suas crenças religiosas. Isto em parte explica por que não publicou suas obras teológicas em vida. Talvez Newton, cônscio do ambiente religioso inglês, não queria ser acusado de heresia, mas seguiu a verdade como a via na Bíblia. Felizmente, suas obras teológicas foram publicadas postumamente.

Como adventistas do sétimo dia, podemos não concordar com todas as interpretações de Newton das profecias bíblicas. Mas podemos tirar proveito de suas obras teológicas e de sua metodologia cuidadosa, de modo a podermos ficar firmes na fé, mesmo quando seguindo estudos científicos. Aqui está um gigante da ciência que não se envergonhava de sua fé e que devotou tempo para compreender a Palavra de Deus tanto no que toca sua predição do movimento da história como em prover diretriz para nossa vida pessoal.

[Ler por completo]

 

Outra coisa interessante sobre Newton é o que saiu recentemente no Jornal Nacional no dia 18/06/07. Que diz que Newton fez cálculos e diria que o mundo iria acabar em 2060. Isso não sei se é verdade, entretanto o que é notável é sua preocupação por essas coisas. Ele se baseou nas profecias de Daniel.[Lei mais aqui] Sei que um dia esse mundo irá se acabar, não por guerras, águas, mas porque Jesus Voltará nas nuvens do Céu e todo olho O Verá.

Para saber mais sobre Isaac Newton pesquise na Wikipédia.

E aqui você poderá assistir ao vídeo que saiu no Fantástico relatando uma pequena biografia sobre Newton.

Anúncios

9 comentários

  1. Obrigado por visitar meu blog, Franzé. Vai sempre lá. Foi bo conhecer o seu também. Abraços, heron santana


  2. Olá Colega.

    Sir Issac Newton estava correto em suas interpretações Biblicas no tocante a Reino Milenar sobre a terra e a restauração da nação de Israel.
    Ele também combateu o dogma da Trindade como uma corrupção dentro do cristianismo, demonstrando inclusive passagens como I João 5:7 que teriam sido acrescentada a Biblia com interesse de defender o erroneo dogma catolico da Trindade. Foi um brilhante teologo, e estava entendendo muito melhor a Biblia em sua época do que o adventismo hoje. Portanto Issac Newton não era e nem podia ser uma Adventista do Sétimo dia. POderia ser um adventista no sentido de crer no retorno de Jesus Cristo para instaurar seu Reino Milenar sobre a terra. Hoje a Ig. Adventista esta passando por sérias cismas porque adotou a posição Trinitariana, coisa que alguns dos seus fundadores não defendiam. Pense Nisto.


  3. Caro Flávio,
    acho que você não entendeu bem como é a doutrina da Igreja adventista. Sobretudo, no que diz respeito a trindade. Existe um livro que explica muito bem sobre isso. O nome dele é A Trindade da CPB.Número de páginas: 325,ISBN: 8534508437.

    Dê uma lida e depois fale algo melhor.


  4. Este texto ñ fala como Isac Newwton morreu! mas o resto está bom!


  5. nossa muito legal pois minha escola tem esse nome e é uma escola meio legallllllll


  6. bom eu acho q alguns professores deveriam ser expulsos como a professora setella
    é a pior professora da escola isac newton td mundo fala isso
    ela coloca a nota da pessoa de acordo o quanto ela mais achar legal
    ………………………………………
    expulsao dessa professora !!!!!!!!!!!!!


  7. Bom Dia! Quero saber porque meu comentário não aparece.


  8. Então que Deus tenha misericordia de vocês pela parcialidade, pois que isso é uma injustiça.


  9. Olha gostei muito do artigo,principalmente pq ele quer ser físico e é simplesmente ateu por ter raiva de Deus e conclui q a ciência está acima de tudo.

    Fico triste em ler conjecturas falando contra a igreja adventista sobre sua crença na trindade. Se realmente cremos na Bíblia que mostra traços do trabalho de cada menbro da mesma (Pai – Criador,Filho – Salvador e Espírito Santo – Consolador) Os três são pessoas distintas q tem um mesmo objetivo ( a Salvação da humanindade). É tanto q na criação Deus mesmo falou :”FAÇAMOS o homem a nossa imagem” Gên 1: 26,

    Conclui-se então q Deus ñ estava só. E o q dizer de João 1?. Olha, negar a forma como Deus se manifesta é negar a sua própria existência como criatura é negar a Sua Palavra.

    A glória seja dada e Ele!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: