Archive for setembro \09\UTC 2007

h1

A morte de Pavarotti

setembro 9, 2007

E morre Luciano Pavarotti um tenor de dar inveja a qualquer pessoa que canta ou aprecia uma boa música. Talvez já era de se esperar por conta de seu câncer no pâncreas. Contudo, Pavarotti tinha suas qualidades, seus dons, seus defeitos como todo ser humano. Sua vida conhecia a humildade de sua origens, o reconhecimento dos expertos a seu talento, e o aplauso tanto do público “povão” como do público que já cantava música lírica. Mas, como se pode dizer, a morte é o momento em que todos nos igualamos, e em parte não há falta de razão para isso, já que não importará a conta corrente, nem a carteira profissional, nem a beleza, nem os diplomas, nem qualquer outra coisa material. Mas o que importa é: Morrer com Deus ou sem Deus?

Morrer com Cristo é sepultar todos os nossos pecados nEle, é ter uma vida nova semelhante a de Cristo. É deixar tudo de lado e buscar a Deus diante de um monte tão contraditório. É amar ao próximo como nós mesmos e buscar a Deus em todos os momentos. Sim, quem morre com Cristo esse terá a coroa da da vida. Coroa essa não que passará, nem que enferrujará, mas que será feita de materiais incorruptíveis.  Já pensou nisso? E quem morrer sem Cristo esse sim não receberá a coroa da vida eterna nem ficará nas Mansões Celestiais.

Como Pavarotti, qualquer outro que morre fica igual aos outros que já morreram, sem saber se um cantava melhor que o outro ou não. Mas, para alguns essa morte será passageira! E sim passará num piscar de olhos e já acordará.

Você crê nisso???

Que possamos crer que a morte é um estado passageiro, pois iremos receber a coroa da vida; e também possamos nos preparar para estarmos com Deus no Céu!

Anúncios
h1

Crer e Permanecer

setembro 8, 2007

O prisioneiro que em qualquer ocasião saía da cidade de refúgio, era abandonado ao vingador do sangue. Assim o povo foi ensinado a aderir aos métodos que a sabedoria infinita indicava para a sua segurança. Da mesma forma, não basta que o pecador creia em Cristo, para obter o perdão do pecado; deve, pela fé e obediência, permanecer nEle. “Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectativa horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.” Hebreus 10:26 e 27

Patriarcas e Profetas pág. 517

h1

Post n° 100

setembro 8, 2007

Bom, é com muito orgulho que estamos escrevendo esse post. Com quase 9 meses de blog conseguimos chegar, pela graça de Deus a um número de 100 posts.

Louvamos a Deus por isso. E O agradecemos todos os dias por Ele nos dar o privilégio de estarmos escrevendo coisas que terão um futuro talvez não nessa terra, mas nas Mansões Celestiais.

Com isso gostaríamos de saber o que você estar achando desse blog.

Para isso estamos disponibilizando um formulário abaixo, no qual você poderá colocar seu nome e e-mail e dizer o que está achando do Blog AçãoJA.

Gostaríamos que você fosse sincero, escrevendo o que precisamos melhorar, ou se para você já está bom, ou até mesmo algum assunto que você acha que deveríamos escrever. Estamos aqui a disposição de vocês! Fiquem a vontade ao escrever!

h1

Lições de George Müller

setembro 8, 2007

George Müller estava em um navio no Atlântico, em direção de Bristol. Caiu o nevoeiro, e o capitão do navio que posteriormente contou a história estivera em seu posto por três dias, guiando lentamente a embarcação. Deste modo, não havia a menor possibilidade de chegarem ao destino no sábado, onde Müller tinha um compromisso. Então George aproximou-se do capitão e o convidou para orarem juntos.
O capitão seguiu Müller para o porão do navio, e eles se ajoelharam. Müller proferiu uma simples oração: “Querido Jesus, Tu sabes a respeito do encontro que marcaste para mim em Bristol no sábado, assim, por favor, afasta o nevoeiro. Amém.”
O capitão estava tentando manufaturar algum tipo de oração, mas Müller o deteve. – Em primeiro lugar, o senhor não crê que Deus possa fazer isto – disse ele – e em segundo lugar, creio que Ele já o fez. Se o senhor retornar à ponte de comando, perceberá que o nevoeiro se foi. O capitão saiu lá fora e descobriu que o nevoeiro tinha realmente desaparecido e eles puderam chegar ainda no sábado em Bristol.
Como é possível estar tão certo da vontade de Deus? Como Müller poderia viver com tanta certeza? Esta história foi extraída do livro Como Conhecer a Vontade de Deus de Morris Venden. Nesta mesma obra, o autor aponta oito passos para se conhecer a vontade de Deus, tendo como base a vida de George Müller. São eles: (1) Não deixar interferir nenhuma vontade própria sobre o assunto; (2) Não se deixar levar simplesmente pelo sentimento; (3) Estudar a Palavra de Deus; (4) Considerar circunstâncias providenciais; (5) Consultar-se com amigos cristãos e piedosos; (6) Pedir a Deus, em oração, que lhe revele Sua vontade; (7) Tomar uma decisão e (8) Prosseguir com a decisão permitindo que Deus o detenha caso esteja errado.
Josué e os príncipes de Israel se esqueceram de consultar a Deus e saberem Sua vontade antes de fazerem um acordo. Quais são algumas das conseqüências de deixar de buscar a orientação de Deus em todas as áreas da vida?