Archive for novembro \30\-03:00 2007

h1

A Equação do Cinema

novembro 30, 2007

Semana passada, fizemos os jovens de nossa igreja preencherem uma ficha sobre características pessoais para um dos projetos do Ministério Jovem. Um dos itens a ser respondido era “paixões”. Dentre as várias respostas colocadas, sempre podíamos encontrar a expressão “bons filmes”.

Cinema é quase uma unanimidade. Da criança ao idoso, todos nós gostamos de boas histórias, se possível interpretadas por bons atores e com bons efeitos de som e imagem. Gostamos dos temas que fazem parte do nosso cotidiano, pois nos identificamos com eles. Gostamos das histórias que nunca vivemos, pois podemos entrar em contato com experiências diferentes das nossas. Gostamos, por fim, de ver o impossível ou o improvável sendo mostrado na tela, pois nossa imaginação não tem limites (ao menos não do ponto de vista fisiológico).

Então, qual é o problema? Por que tanta advertência e tanta preocupação em nossas igrejas com filmes e programas de TV?

É bem verdade que muitas vezes esta inquietação provoca debates mal direcionados, com opiniões despidas do mínimo de conhecimento de causa. Porém, o princípio básico desta movimentação é válido: Satanás quer usar qualquer coisa que amamos contra nós e descobriu no cinema e na TV uma forma bastante eficaz de alcançar seus objetivos.

A questão, por vezes passa um pouco distante do que é abordado pelas igrejas (desconfiem, por exemplo, dos discursos inflamados sobre o, por assim dizer, “poder das mensagens subliminares” que a mãe do irmão do tio do primo de terceiro grau de um amigo meu jura que encontrou. Falaremos sobre isso mais tarde), mas você não pode fugir dessa constatação: O cinema e a TV influenciam diretamente na forma como enxergamos as situações, e o nosso ponto de vista sobre os fatos determina como iremos viver.

A equação é simples (desculpe falar de matemática numa coluna de filmes): Fato + Juízo de valor + itens que aguçam os sentidos = influência perfeita.

O cinema apresenta um fato: uma traição, uma guerra, uma disputa política, um assassinato, um casamento, etc. Porém, quando este fato é narrado, ele é contado através do prisma do diretor e dos atores que compõem o filme. Assim, os fatos nunca são narrados sem que contenham elementos que indiquem o que você deve pensar sobre eles: o juízo de valor. Por exemplo: O Filme “Antes Só do que Mal Casado” (de péssimo gosto, diga-se de passagem) mostra uma esposa insana, esquisita, burra e cheia de manias e uma amante inteligente, sensual, divertida e carinhosa. As cenas que mostram a esposa são sempre rápidas, cômicas (humor escatológico, obviamente) e constrangedoras. Já as que mostram a amante, são em câmera lenta (com os cabelos balançando ao vento, lógico), mostrando-a brincando com crianças, rindo com parentes, ou bebendo alguma bebida exótica. O diretor quis justificar o adultério. Fazer com que você gostasse da amante e rejeitasse a esposa para que a traição se tornasse aceitável. Como se não bastasse, no citado filme, há ainda uma discussão boba sobre o que é traição: envolvimento emocional ou físico.

Por fim, o cinema se utiliza de todos os elementos que aguçam nossos sentidos: trilha sonora, explosões, torturas, belas paisagens, mulheres estonteantes, carros velozes, cenas detalhadas de sexo, de luta pela vida, enfim.

Todas as vezes que nossos sentidos são inflamados, nossa razão tende a ficar em segundo plano, e os sentidos nunca foram bons guias sobre as melhores escolhas.

Bem vindo ao mundo do cinema. Como um cristão deve interagir com este universo? Nesta coluna nós vamos conversar sobre os benefícios e malefícios da sétima arte. Você é um cristão, alguém separado para Deus. Não é nenhuma novidade eu afirmar que você também precisa ter uma opinião separada para Deus. No final das contas, devemos sempre saber como adequar o nosso gosto por filmes aos nossos princípios cristãos, e nunca escolher adequar nossos princípios cristãos ao nosso gosto por filmes. Hoje a gente viu a equação do cinema. Semana que vem, apareça de novo por aqui. Vamos ter uma aula básica do jargão “Ação J.A.” de cinema.

Inté.

Ângelo Bernardes

h1

Desaparecida no Kansas

novembro 29, 2007

Uma estudante universitária desaparecida no Kansas (nos Estados Unidos), possível vítima de violência, aparentemente levava uma vida dupla como estrela pornô na internet, sob o nome de Zoey Zane.“Ela gostava disso. Era uma jovem adolescente que gostava de cinema e queria fazer cinema. Além disso ela precisava do dinheiro extra”, disse Nikki Watson, amiga próxima de Sander no Butler Community College.
“Ninguém em El Dorado sabia além de seus amigos mais próximos.”
O irmão da garota, Jacob Sander, confirmou que a mulher nua fotografada no site era sua irmã. O chefe de polícia de El Dorado Tom Borem disse que o FBI e especialistas em crimes pela internet foram chamados para investigar o caso.
“Os investigadores estão cientes de que a senhorita Sander estava aparentemente envolvida com essa história na internet”, diz ele. “A idéia de que isso pode ter influenciado seu desaparecimento está sendo investigada.”

“Nossas esperanças diminuem a cada dia que não temos notícias dela”, disse o chefe de polícia.
Sander assinou recentemente o contrato para o trabalho pornográfico na internet, e contou a seus pais no feriado de Ação de Graças, disse Watson. O namorado de Sander terminou com ela porque não aprovava a situação, disse Watson.“Ninguém nem sabia sobre isso até que um de seus melhores amigos abriu a informação; porque Emily não queria que ninguém soubesse”, disse Watson.
Sander, de cabelos castanhos e olhos azuis, foi vista pela última vez usando jeans cintura baixa e uma camiseta com os dizeres “Don’t Mess With Texas” (Não mexa com o Texas, em português). Ela tem tatuagens e piercings.

—–

Não se sabe o envolvimento, ou até se isso tem a ver ou não com o seu desaparecimento. Mas se estiver ligado? Será que esse envolvimento na internet tem que ser tão pessoal a tal ponto…Nem estou falando aqui do que ela fazia na internet…Mas o envolvimento, será que é necessário dar tantas informações pessoais? Pensamos que não, mas muitas pessoas vêem nossas páginas, perfil de orkut por exemplo…E com isso somos quem sabe até marcados por nossas fotos. Mas olhando por outro lado não vou nem dizer sobre o pecado de pornografia na internet, vou só terminar com um verso que todos possam se conscientizar:

Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo.

Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?

Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo.

Romanos 6:18-20 

h1

Novidades aqui!

novembro 29, 2007

Como feliz estou em postar isso…Quero falar aqui a respeito de novos projetos do AçãoJA…Projetos que eu já tinha em mente e só agora pude concretizá-los, ou melhor dizendo, fazer acontecer de verdade.

Revistas, jornais, todos tem colunistas. E aqui não vai ser diferente. Com o passar do tempo vimos que é preciso inovar, e também é preciso trazer outras pessoas trazendo testemunhos, meditações em estilos diferentes para vocês. Mas em suma não perdemos o nosso foco que é falar sobre Deus e a sua palavra: a Bíblia.

Pessoas escolhidas a dedo estarão escrevendo para nós, já até começaram. Tatyanne em seu post logo abaixo “Comunhão Constante”. Outras pessoas, pastores também estarão utilizando esse espaço para dar glórias a Deus e falar do seu imenso ao amor para os jovens.

Quem são as pessoas?(a equipe ainda não está fechada)

Tatyanne Morais é estudante de jornalismo possui um dom que é o de escrever e se comunicar. Ela vai estar escrevendo todas as segundas-feiras sobre a comunhão dos jovens com Deus.

Ângelo Bernardes é advogado como eu já tinha falado aqui no blog é também um dos dons dele se expresar e comunicar-se. Ângelo gosta tanto de escrever que fez uma série, dos adolescentes de sua igreja no tempo do fim, tudo baseado na Bíblia para saber mais sobre essa história muito boa veja aqui os posts relacionados a ela. Ele estará escrevendo sobre cultura, filmes e outros todas as quintas-feiras.

Pr.Jeú Caetano é Departamental de Mordomia da União Chilena, casado com Maria Lucielza Fernardes Calixto Lima, eles tem uma filha de oito anos chamada Jael.
O Pr.Jeú foi departamental de mordomia e família por cinco anos no Brasil, destes 4 anos foram na Missão Costa Norte e um ano na Associação Bahia-Sul.Atualmente, mora em Santiago no Chile com sua família e muitas bênçãos tem acontecido na vida dessa família. O pastor estará escrevendo sobre intimidade com Deus para nós. Todas as quartas-feiras.

Eu e o Felipe continuaremos escrevendo também. A princípio não decidimos sobre um assunto para escrevermos sempre, mas semanalmente estaremos postando algo de novo para vocês.

As fotos e outras informações você poderá ver na página Quem escreve aqui do blog.

Mais pessoas ainda entrarão nessa equipe.

Os assuntos de cada um pode variar dependendo da necessidade que a pessoa sinta ou não em escrever. Se o(a) colunista não poder escrever no dia, não terá problemas o que importa é que escreverá algum outro da semana.

Aguardem!

h1

Comunhão constante

novembro 26, 2007

Sair com amigos, escutar música e conversar no MSN são algumas das atividades que ocupam o tempo de grande parte dos jovens. São horas perdidas em tais atos, alguns fúteis, porém “prazerosos”. Sendo assim, possuir uma vida ou mesmo vício secular é tão fácil por que será que manter a comunhão constante com Deus é tão complicado? Por que é tão complexo dedicar alguns minutos para conversar com Ele?

Não sei quantos já tiveram a oportunidade de ler “Fuga para Deus” (Jim Hohnberger), na qual em um dos capítulos o autor faz uma ilustração de uma reunião entre Satanás e seus anjos. Neste capítulo, Hohnberger faz alusão aos planos e armadilhas que Satanás realiza para fazer com que o cristão não dedique seu tempo a Deus. O exemplo dado pelo autor foi figurativo, mas não acredito em divergências no mundo real.

O inimigo planeja tudo para nos afastar de Deus, são diversas atividades extensas que nos deixam tão cansados a ponto de sentirmos preguiça na hora de buscá-Lo ou até mesmo não aceitarmos a necessidade de falar com Ele. E uma coisa é clara: não somos auto-suficientes para deixarmos de buscar ao Pai. Necessitamos de Cristo a cada dia, a cada momento, seja no bom ou no triste. “Buscai, pois, em primeiro lugar, o Seu reino e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”, Mateus 6:33.

Acho que a Bíblia é bem precisa quando fala que devemos buscar a Deus em primeiro lugar. Primeiro lugar significa buscar ao Pai antes de tudo. Falar com Deus, estudar a lição da Escola Sabatina, ler a Bíblia, ler livros do Espírito de Profecia e envolver-se com as atividades da igreja são as bases para manter o cristão fiel à comunhão diária com Cristo. Se você ainda não fez pelo menos nenhuma destas atividades hoje, ore a Deus e clame forças para que você possa ter comunhão constante com Ele não apenas neste momento, mas até a vida eterna.

“A comunhão do Céu começa na Terra” (Michael Abordo Lisay).

Um restante de dia abençoado para vocês! Até a próxima segunda!

Abraços,

Tatyanne Morais.

h1

#4 I dia Campori Nordeste – Jovens por uma Paixão

novembro 25, 2007

I dia Campori

A viagem para o campori foi muito boa graças a Deus. Só para vocês terem idéia foram mais de 7000 jovens viajando e nada aconteceu. Só com a proteção do Senhor mesmo.

Chegando lá, tivemos que levar as malas até o local, capinar a área e montar o acampamento. Deu um trabalhozinho mas tudo valeu a pena.

Depois tomamos banho e fomos à grande abertura.

Confira o vídeo do primeiro dia.

Ver no canal (assista na web)

h1

Fé não anula lei

novembro 23, 2007

Um dia, estava na escola e já ia começar uma aula de religião. Alguns alunos estavam com suas Bíblias. E de uma forma que não me lembro comecei a conversar com uma colega sobre os dez mandamentos, ela veio me afirmar que se a pessoa tivesse fé não precisava guardar todos os mandamentos. Veio com textos do tipo o justo viverá pela fé e todos que pecaram sei lei serão julgados, mediante ao que sabem.

O que dizer para uma pessoa dessas?

Porque quis postar isso logo no dia de hoje? Ao ler o ano bíblico de hoje há uma passagem que diz toda a resposta pra isso.

Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, independentemente das obras da lei. É, porventura, Deus somente dos Judeus? Não o é também dos gentios? Sim, também dos gentios, visto que Deus é um só, o qual justificará, por fé, o circunciso e, mediante a fé, o incircuciso. Anulamos, poi, a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei!

Romanos3:28-31

E devemos achar que a lei, ou seja, os mandamentos são ruins, e difíceis de se seguir?

Por Conseguinte, a lei é santa; e o mandamento, santo, justo e bom.

Romanos 7:12

Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço. Mas, se eu faço o que não quero, já não sou eu quem faz, e sim o pecado que habita em mim. Então, ao querer fazer o bem, encontro a lei de que o mal reside em mim. Porque, no tocante ao homem interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo, nos meus membros, outra lei que, guerreando contra a lei da minha mente, me faz prisioneiro da lei do pecado que está nos meus membros.Desventurado homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor. De maneira que eu, de mim mesmo, com a mente, sou escravo da lei de Deus, mas, segundo a carne, da lei do pecado.

Rom 7:19-25

P.S.: Quando escrevi esse post foi no dia que o ano bíblico era sobre Romanos 3 e 4. Mas não tive tempo de postar, então vai hoje mesmo!

h1

#3 Redmidos Clube no campori de jovens

novembro 20, 2007

Vídeo que tenta mostrar como um dos grandes clubes que foram para  o campori se comportaram! Não deixamos de pegar as melhores partes e trazer para você!

Aguardem por mais vídeos sobre o campori!

h1

Uma Caneta e uma Grande Lição!

novembro 13, 2007
Caneta e amor Tive uma prova hoje de manhã e fui sem caneta (que irresponsável né? rsrsr). Pedi a alguns amigos uma para usar, mas não tinham, só a que usavam. E eu já estava nervoso, pois a professora já estava distribuindo as provas. Até que pedi a um amigo meu. Ele tinha uma única caneta, também iria fazer a prova, mas fez questão de mesmo assim me dar. Saiu da sala e foi tentar arranjar uma pra ele.Que exemplo!
Pensei nisso depois nisso. Será que se fosse ele me pedindo eu faria a mesma coisa? Talvez não. Fiquei triste ao pensar que talvez faria a mesma coisa que as outras pessoas. Impressionante, como ele que não conhecesse o amor de Jesus como eu e tem defeitos, maus hábitos do mundo, mas teve essa grande atitude.
Isso me fez pensar no quanto temos errado com o próximo. Somos muitos egoístas. Nos preocupamos muito com o eu e esquecemos a pessoa que está do nosso lado. Foi uma lição sobre o amor do nosso Salvador. Deixou todo o Céu, onde não existe choro, angústia, pranto e nenhuma lágrima sequer para vir a esse muito cheio dessas coisas, para dar a Sua própria vida, pra que eu, não merecedor e pecador, um dia recebesse a benção da salvação.

Só o que precisamos é ser mais parecidos com Jesus. Que possamos nos esforçar um pouco mais para ser mais semelhante a nosso maravilhoso Mestre e compartilhar esse amor tão evidente na Sua vida.

Jesus prosseguiu, dizendo: Certo homem descia de Jerusalém para Jericó e veio a cair em mãos de salteadores, os quais, depois de tudo lhe roubarem e lhe causarem muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o semimorto.

Casualmente, descia um sacerdote por aquele mesmo caminho e, vendo-o, passou de largo.

Semelhantemente, um levita descia por aquele lugar e, vendo-o, também passou de largo.

Certo samaritano, que seguia o seu caminho, passou-lhe perto e, vendo-o, compadeceu-se dele.

E, chegando-se, pensou-lhe os ferimentos, aplicando-lhes óleo e vinho; e, colocando-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele.

No dia seguinte, tirou dois denários e os entregou ao hospedeiro, dizendo: Cuida deste homem, e, se alguma coisa gastares a mais, eu to indenizarei quando voltar.

Qual destes três te parece ter sido o próximo do homem que caiu nas mãos dos salteadores?

Respondeu-lhe o intérprete da Lei: O que usou de misericórdia para com ele. Então, lhe disse: Vai e procede tu de igual modo“ Lucas 10:30-37

h1

Aguardem pelos próximos dias

novembro 12, 2007

Oi povo, quero só marcar aqui nesse post e dizendo que esperem pelos próximos dias. Mais precisamente até o término dessa semana, pois algo de novo irá acontecer aqui no AçãoJA.

Então, só digo uma coisa: Aguardem!

h1

Querem desconstruir o Deus da Bíblia

novembro 9, 2007

Ao ler o Blog do Michelson Borges, vi um post que achei muito interessante. Por isso copiei na íntegra aqui:

 

A matéria de capa da revista Galileu deste mês – “O Deus de Einstein” – é um indicativo da intenção de muitos de desconstruir o Deus da Bíblia. O artigo informa que livros de ciências naturais, matemática e filosofia, especialmente os de Immanuel Kant, tiveram forte influência sobre o físico alemão quando ele ainda era criança. “Foi essa experiência que o levou a se interessar por ciências e se afastar da religião. Mais tarde ele diria que foi ao ler esses livros que se convenceu de que muitas das histórias da Bíblia não poderiam ser verdadeiras”, explica Galileu, que cita ainda uma declaração de Einstein publicada no livro Albert Einstein – The Human Side: “Eu não posso conceber um Deus pessoal que influencia diretamente as ações dos indivíduos ou julgue as criaturas que ele mesmo criou.”

Mas num ponto, as convicções do físico se aproximavam da verdadeira compreensão bíblica do que seja a alma. Einstein adotava as idéias formuladas por Espinoza: alma e corpo sempre estão juntos. Logo, quando o corpo morre, a alma termina junto, o que contraria a doutrina não-bíblica (mas tida por muitos como bíblica) da imortalidade da alma. Segundo a Bíblia, a morte não é o fim, apesar de a alma (que no hebraico quer dizer simplesmente pessoa) morrer. Einstein disse: “Eu definitivamente não acredito nisso [imortalidade]. E, para mim, uma vida já é o suficiente.” Segundo Galileu, o físico pode ser considerado deísta, ou seja, alguém que crê que um deus impessoal criou o Universo e não interfere em seu funcionamento.

Galileu aponta também a discordância de Einstein com a doutrina bíblica do livre-arbítrio: “Para Einstein, qualquer ação humana, por mais banal que fosse, como escovar os dentes, já estava previamente determinada. Logo, em seu modo de ver, o livre-arbítrio é uma ilusão. … O curioso é que Einstein, apesar disso, era um grande defensor da liberdade individual.” O problema, aqui, é a confusão que se faz entre onisciência e determinação. Galileu pergunta: “Como esse livre-arbítrio pode ser real se Deus conhece o futuro, já sabe o que vai acontecer?” O fato de Deus saber o que vai acontecer não significa que Ele determine o que vai acontecer. Digamos que houvesse dez caminhos diferentes para um motorista escolher. Deus sabe o que ocorreria em cada uma dessas vias, mas não escolhe pela pessoa (se bem que é muito difícil entender a onisciência estando infinitamente longe de ser onisciente).

A reportagem informa também que há várias pesquisas sobre a crença das pessoas em Deus. E que há pesquisas “para todos os gostos, dizendo que há mais ateus ou mais crentes”. Só que, curiosamente, Galileu menciona apenas uma dessas pesquisas, publicada pela Nature, segundo a qual a maioria dos membros da Academia Nacional de Ciência não crê num Deus pessoal. Parcial, não?

A matéria conclui o seguinte: “A posição de Einstein, antes rejeitada pelas pessoas de fé, agora é acolhida. Há uma corrente que defende que as visões religiosas e científicas são complementares, inclusive na explicação de fenômenos naturais.”

Creio que a posição de Einstein é bem-vinda hoje porque os céticos, não podendo negar a realidade espiritual e a existência insistente da fé, estão abraçando um “deus” impessoal com o qual não precisam se comprometer e cujos princípios de vida prescritos na Bíblica são vistos como empecilho para o estilo de vida dissoluto do mundo atual. É uma “fé” bem conveniente.

Michelson Borges

(Link)