h1

A palavra em Ação

dezembro 5, 2007

“Os Céus por Sua Palavra se fizeram, pelo sopro de sua boca, o exército deles.” Salmo 33:6

“No principio, criou, Deus os céus e a terra. A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava sobre as águas: Disse Deus: Haja luz; e houve luz” (Gên. 1:1 a 3).

Assim começa a Bíblia. Em Suas Palavras iniciais vemos Deus como o Princípio de tudo, a terra em sua condição inicial e o ponto de partida para a ação criadora – A Palavra.

E disse Deus: “ Haja luz e houve luz.” (Gên. 1:3). A palavra volta a ser pronunciada nos versos 9,11,14, 20, 24 e 26. Observe atentamente estes versos e concluirá: – a cada ocasião em que a Palavra de Deus é pronunciada coisas incríveis acontecem. Quando a Palavra é pronunciada as coisas não continuam mais as mesmas, surge algo novo, tudo se torna diferente! Portanto, no primeiro capítulo da Bíblia existem muitas lições para nós, porém a mais evidente é que não existe neste universo nada mais tremendo, extraordinário ou mais poderoso do que a Palavra de Deus. Porém, o interessante de tudo é que a Palavra não se materializou apenas nas obras criadas do 1º. capítulo do Gênesis. Ela também se tornou tangível, ou seja, visível, palpável a nós ao se tornar Palavra escrita a (Bíblia). Contudo, o fantástico e mais incrível é que a Palavra escrita não teria razão de ser ou existir se ela não tivesse se tornado Palavra encarnada (Jesus Cristo).

Vejamos como o apóstolo João fala sobre isto: “No principio era o verbo, e o verbo estava com Deus e o verbo era Deus. O verbo se fez carne, e habitou entre nós…” – João 1:1 e 14. João usa a palavra “Verbo” para referir-se a Jesus pelo fato de verbo exprimir ação, atividade. Em outras palavras, João estava referindo-se a Jesus Cristo, como a Palavra Ação, ou seja, a Palavra Poder que fala e tudo acontece, a qual deu origem a tudo que existe. A declaração é ampliada quando ele diz que a Palavra Ação, Jesus, tornou-se um de nós.

Em sua narrativa, ele apresenta uma criação perfeita maculada pelo pecado. A criatura não foi capaz de reconhecer seu Criador; “veio para o que era seu, mas os seus não o receberam” (João 1:11). Mas há esperança, pois o Autor da onipotente Palavra criadora se personifica para trazer de volta ao plano original o que estava perdido. Agora o caminho de volta está preparado. Nada mais precisamos temer, pois o que existe de mais poderoso no universo se encontra à nossa disposição: primeiro como Palavra encarnada (Jesus) e depois como Palavra escrita (Bíblia), que recria em nós a imagem primária original de nosso Criador. Mas para tanto, precisamos usar nosso livre arbítrio no sentido de permitir que a Palavra venha a nossa vida e entre “operando o extraordinário e fazendo o novo”, assim como ela o fez no início de toda criação.

–>Para baixar esse texto em espanhol clique aqui
–>Para descargar este texto en español clic aquí


Até a próxima semana,

Pr. Jeú

Anúncios

One comment

  1. Estas mensagens são maravilhosas!!! Que o Senhor nosso Deus continue usando-o poderosamente!!

    Abraço

    Rutynéa e Reinaldo



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: