h1

O Cinema e as 4 Correntes Filosóficas

dezembro 29, 2007

Olá internautas…

Depois de um longo e tenebroso inverno (eu já começo com uma frase feita), cá estamos nós para darmos continuidade ao nosso papo sobre cinema. Eu esqueci de falar pra vocês. Esta é uma série de quatro posts que darão uma introdução básica pra que a gente possa conversar sobre qualquer coisa relacionada a filmes sem maiores tropeços: primeiro analisamos como o cinema influencia nossa mente. Depois demos uma olhada em algumas expressões que serão bastante utilizadas na nossa coluna. Agora estamos prestes a conhecer (ou reconhecer) as quatro principais correntes filosóficas que podemos encontrar nas películas que nos são oferecidas. São elas: Existencialismo, Humanismo, Hedonismo e Espiritismo. Vamos ver um pouco mais sobre elas e sua relação com o cinema:

  • Existencialismo: Corrente filosófica que trata o evento do “ser” como sendo a própria essência humana. Procura responder questões relacionadas à existência como o porquê de estarmos aqui,quem somos, qual é o verdadeiro sentido da vida. Procura explicar o significado de nós mesmos e de nossa existência. Filmes de super-heróis tem um forte apelo existencialista. Em Homem-Aranha, por exemplo, Peter Parker vive sempre no dilema entre os poderes que possui e as responsabilidades que eles acarretam. Já em Super-Man, Clark Kent se debate entre o fato de ser um “semi-deus” e, ao mesmo tempo, um ser humano comum, com desejos, frustrações, etc. Outro exemplo interessante é Batman. O personagem Bruce Wayne está sempre dividido entre a dor de ter perdido seus pais, seu sentimento de vingança e o desejo de fazer justiça. A filosofia existencialista não é nociva em si, porém, é preciso ter cuidado com ela. Uma mensagem existencialista pode fazer você questionar sua fé, ou mesmo se perder no meio do labirinto das dúvidas existenciais e desviar o foco de Cristo para si mesmo. Um Cristão em dúvidas é sempre um alvo fácil para Satanás.
  • Humanismo: Esta corrente filosófica propõe a celebração do homem como o centro de todas as coisas. A natureza humana é evidenciada e apreciada em todos os seus nuances, tanto bons quanto ruins. Tudo o que é inerente ao homem deve ser aceito por ele e não rejeitado. Filmes como Closer, Infidelidade, Simplesmente Amor, e, pasmem, Matrix, possuem mensagens humanistas. Um bom exemplo de como a filosofia humanista se propaga através da cultura pode ser observado na música da cantora Madona: “Human Nature“. Nela, Madona se explica pelos escândalos sexuais que causou dizendo apenas que: “Desculpem. Eu não sabia que não podia falar de sexo. Eu não estou arrependida. É a natureza humana.” (sic.).
  • Hedonismo: É a corrente filosófica que prega que o prazer é o bem supremo do ser humano e deve estar acima de quaisquer outros valores. A cultura Rock é totalmente pautada pelo hedonismo. Através desta filosofia é possível ‘justificar’ o uso de drogas, álcool, o adultério, osado-masoquismo e toda a sorte de pecados. Tudo é aceitável desde que dê prazer. Um exemplo bem próximo de como esta filosofia está presente na nossa cultura é a novela Sete Pecados. No cinema, temos uma porção de exemplos de filmes dos piores tipos: American Pie, Antes Só do que Mal Casado, O Virgem de 40 Anos, Closer, etc.
  • Espiritismo: Simples de definir. Simples de exemplificar. Filmes que mostram fatos sobrenaturais ligados a espíritos, demônios, vida após a morte, feitiçaria e dimensões paralelas, a saber: Harry Potter (eu tinha que citar esse, né?), Espíritos, Premonição, A Casa da Colina, A Bruxa de Blair, etc. não é demais lembrar que Deus desautoriza qualquer tipo de feitiçaria e descarta completamente a possibilidade de qualquer contato entre vivos e mortos e qualquer estágio existente entre a vida e a morte, bem como qualquer tipo de atividade consciente entre os mortos. Porém, é importante que você não confunda “espiritismo” com “fantasia”. Imaginar que uma pessoa pode voar ou, quem sabe, ficar invisível, é pura fantasia, mas não chega a ser espiritismo em si mesmo, pois não está relacionado a demônios, vida após a morte e os outros itens que citamos em nossa definição. Não confunda também “espiritismo” com “mitologia”. Apesar de muitas vezes estarem relacionados, estes dois conceitos são bem distintos.

Por fim, gostaria apenas de adverti-lo que estas correntes filosóficas não podem ser definidas por completo nestes simples parágrafos. Há uma série de pormenores e características que precisam ser aprendidas. Aqui, nós tentamos lhe dar apenas um vislumbre para que você fique atento a estas filosofias nos filmes a que estiver assistindo.

Lembre-se: “Há mais coisas entre o céu e a terra do que professa a nossa vã filosofia”.
Abração. Feliz ano novo. A gente se vê.

Ângelo Bernardes

Anúncios

One comment

  1. Olá Angelo!!! Estava eu sapeando pela internet a procura de um trabalho de filosofia sobre correntes filosoficas o qual minha professora pediu, pois estou no 4 semestre de Educação Fisica, e para mim está sendo desafiadora esta materia, enfim… Encontrei esta materia e amei… Puxa fiquei super feliz … Sou adventista há 20 anos, estou dando 5 estudos na minha sala de aula e uma delas já decidiu pelo batismo, que acontecerá em setembro, isso graças a Deus que tem me conduzido todos os dias … Bem é claro que ja arquivei esse blog e já estou passando por email para meus amigos de sala… Parabens pelo trabalho veio de encontro com algumas de minhas expectativas… obrigada desde já !!!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: