h1

Escolhas Sábias

julho 22, 2008

Estive ontem na Semana de Oração Jovem da minha igreja e escutei uma linda mensagem. Uma história comum, mas que nunca havia parado para realmente pensar e meditar na situação. Desde criança, ouço a parábola do Filho Pródigo e vai ver que foi por conta disto jamais dei valor à história.

Ontem, após a pregação do pastor pude compreender a real essência. Para àqueles que nunca ouviram ou leram, a Parábola do Filho Pródigo narra a história de um homem que tinha dois filhos. O mais novo deixou o lar para morar em uma terra distante. Após viver dissolutamente, o jovem começou a passar por necessidades. Logo, começou a alimentar alguns porcos, mas mesmo com trabalho, não tinha o que comer. Pensou nos servos do seu pai, que mesmo sendo funcionários tinham alimento.

O filho resolveu voltar para casa, disposto a ser mais um servo do seu pai. O pai, amoroso como sempre, jamais deixaria que seu filho mais novo o servisse. Pelo contrário, tratou-o com dedicação e o recebeu de braços abertos. Para comemorar o retorno, o homem concedeu uma festa, que não agradou o filho mais velho. Enciumado, ele não quis participar da festa e repreendeu o pai com a seguinte frase: “Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos. Vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as meretrizes, mataste-lhe o bezerro cevado”, Lucas 15:29 e 30.

Lucas 15 não relata nenhum contato do filho mais novo com o filho mais velho. Então, como o filho mais velho sabia que o seu irmão tinha gastado com meretrizes? Provavelmente ele fazia o mesmo, ou até pior. Ele sempre esteve ao lado do seu pai, mas mantinha atitudes indignas. Pecados acariciados e ainda assim achou que tinha o direito de julgar só porque acompanhava seu pai.

O ser humano tem a tendência pecaminosa e isso não podemos negar. Muitos hoje freqüentam a igreja, mas conservam o caráter dúbio, a dupla personalidade. Faço as palavras do pastor Flávio Henrique as minhas: “Deus dá o livre arbítrio, mas ele quer pessoas que façam escolhas sábias”. Do mesmo jeito da Parábola do Filho Pródigo, Ele está preparando uma festa para todos. Claro, muito melhor do que a citada na história, porque será uma festa eterna. E este dia está próximo, mais próximo do que imaginamos. Portanto, peça perdão pelos seus erros hoje mesmo e ore para que Deus o livre destes pecados acariciados, já que Ele é o único que pode te dar forças suficientes para VENCER.

Anúncios

One comment

  1. Essa Semana de Oração está realmente inspiradora. Tanto que nesse post vc conseguiu captar essa inspiração e nos fazer refletir melhor sobre os julgamentos que infelizmente fazemos todos os dias.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: