h1

No Caráter e Na Vida Diária

março 9, 2009

Desde o primeiro dia de janeiro tenho me dedicado à leitura de um dos livros do Espírito de Profecia, “Patriarcas e Profetas”, escrito por Ellen White, aliada à leitura diária do Livro Sagrado, a Bíblia. Confesso que a iniciativa tem enriquecido a minha vida espiritual, uma vez que cada termo traz sabedoria e conhecimento e cada palavra demonstra que a autora realmente foi orientada por Deus.

Na última semana, li um trecho que literalmente me fez refletir por um longo tempo. Ele dizia o seguinte: “De todos os pecados que Deus punirá, nenhum é mais ofensivo à Sua vista do que aquele que incentiva o outro a fazer o mal” (pág. 228). Em outras palavras, do mesmo modo que não podemos contribuir para que o nosso irmão peque, também não podemos escandalizar o nosso próximo, ou seja, levá-lo a praticar o mal.

Quanto ao escândalo, na Bíblia, em Romanos 14:13, também podemos perceber que o mesmo deve ser evitado. “Não nos julguemos mais uns aos outros; pelo contrário, tomai o propósito de não pordes tropeço ou escândalo ao vosso irmão”. Em “Patriarcas e Profetas”, logo mais a frente, é revelado que “Quanto maior a luz e os privilégios concedidos ao homem, maior é sua responsabilidade, mais grave a sua fatia, mais severo o seu juízo” (pág. 305). Em outras palavras, quanto mais verdades temos em nossas vidas, mais seremos cobrados quanto às nossas ações, pelo modo no qual elas podem resultar na vida do nosso próximo.

Acredito que todos nós somos bastante alertados quanto a dar o bom exemplo. Não precisa ser adventista do sétimo dia para saber que o bom ou mau comportamento pode influenciar os demais. Logo quando nascemos aprendemos uma série de valores que devemos manter, a fim de ressaltar nossos costumes e hábitos, ou seja, desde cedo somos ensinados a dar o bom exemplo.

liberdade1Portanto, na nossa vida espiritual não podemos ser diferentes. “E ainda maior pecado é o daqueles que professam conhecer a Deus e guardar os Seus mandamentos, e contudo negam a Cristo em seu caráter e vida diária” (pág. 110 e 111). Não precisamos ser perfeitos – repito, somos seres humanos e falhos pecadores – contudo, precisamos dar o bom exemplo para todos aqueles que nos cercam. Precisamos deixar nossas vontades e desejos egoístas, abandonar de vez nossos pecados acariciados e permitir que vejam Cristo em nós.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: