h1

Vecendo o Desânimo

setembro 29, 2009

desanimo“Importantes lições nos são apresentadas na vida de Elias. Quando, no monte Carmelo, fez oração por chuva, sua fé foi provada; porém, ele perseverou em expor a Deus sua petição. Seis vezes orou ele fervorosamente, e todavia não houve indício de que sua súplica fosse atendida, mas com fé vigorosa insistiu em seu pedido perante o trono da graça. Se, da sexta vez, ele tivesse desistido em desânimo, sua súplica não haveria sido atendida; mas ele perseverou até que veio a resposta. Temos um Deus cujo ouvido não está cerrado às nossas petições; e se Lhe provarmos a palavra, Ele honrará a nossa fé. Ele quer que todos os nossos interesses se entrelacem com os Seus, e então nos pode com segurança abençoar; porque assim não tomaremos glória para nós mesmos quando a bênção nos é dada, mas renderemos a Deus todo o louvor. Ele não nos ouve sempre as orações da primeira vez que a Ele clamamos; pois se assim fizesse, julgaríamos ter direito a todas as bênçãos e favores que nos concede. – Review and Herald, 27 de maio de 1913.

O servo observava enquanto Elias orava. … À medida que esquadrinhava o coração, parecia-lhe ser pequeno, tanto em seu próprio conceito como aos olhos de Deus. Parecia-lhe que ele não era nada, e Deus era tudo e, ao chegar ao ponto de renunciar ao próprio eu, ao mesmo tempo que se apegava ao Salvador como sua única força e justiça, veio a resposta. O servo apareceu e disse: “Eis que se levanta do mar uma nuvem pequena como a palma da mão do homem.” I Reis 18:44. – Review and Herald, 26 de maior de 1891.

Por mais corajoso e bem-sucedido que um homem seja no cumprimento de uma obra especial, a menos que olhe constantemente para Deus quando as circunstâncias se levantam para provar-lhe a fé, ele perderá a coragem. Mesmo depois de Deus lhe dar assinaladas provas de Seu poder, depois de haver ele sido fortalecido para efetuar a obra do Senhor, falhará, a menos que confie impliciramente na Onipotência. – Review and Herald, 16 de outubro de 1913.” Filhos e Filhas de Deus, pág. 206

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: