Archive for novembro \14\UTC 2009

h1

Fim do Mundo: 2012?

novembro 14, 2009

Esta história de filmes de ficção científica que passam a ser tratados como se fossem realidade, já passou dos limites. A gente nem bem se recuperou da ressaca que foi ficar respondendo a milhares de pessoas que os próprios criadores do filme “O Código da Vincci” o reconheciam como ficção, e já estamos novamente às voltas com pessoas desesperadas, telefonando até mesmo para a NASA, para saber se o mundo vai terminar em 21 de Dezembro de 2012.

Mais uma vez estamos aceitando ser tratados por Hollywood como “consumidores” e estamos digerindo com nosso cérebro mais uma de suas obras nefastas.

O filme “2012”, que não tem nenhuma base científica, e nem foi exibido ainda, já está alcançando seu “objetivo”. E, qual é mesmo o seu objetivo? Bem, ele já movimenta milhões de dólares em cima de um dos temas mais assustadores para a raça humana: A data do FIM DO MUNDO. Por causa dele, já são centenas de documentários de TV, camisetas, acessórios, artigos em revistas e jornais, discussões religiosas e filosóficas. Tudo girando em torno de uma filosofia tão conturbada e misturada, que até mesmo os Maias, se estivessem vivos hoje, duvidariam de sua veracidade.

Trata-se de uma mistura perigosa de profecias Maias, previsões de falsos profetas, filosofias Egípcias, e, para apimentar ainda mais a receita, uma pitada de distorções da Bíblia, a gosto de quem escreveu o reteiro. Logicamente que o “objetivo” não é esclarecer o assunto, mas fazer dinheiro.

Como se não bastasse tanta ignorância do assunto, por parte do povo em geral, no bojo de tanta “abobrinha filosofal”, aparece também outro tipo de ignorantes: os que pensam que estudaram o assunto e começam a emitir opiniões próprias. Um belo exemplo é o articulista André Petry, que teve seu enorme (e tendencioso) artigo publicado como capa de numa das revistas de maior circulação no pais, no início de Novembro.

Petry, que é um polido ridicularizador do tema do “ Fim do Mundo”, mostra-se avesso à religiosidade e apoia-se em sua pesquisa para levar seus leitores a, como ele, ridicularizarem, não o filme em si, mas quem leva o assunto do “Fim do Mundo” a sério.

Só que Petry se contradiz. Ele escorrega nas palavras.

É lógico que, para se acreditar no Fim, é preciso que se acredite em Deus, ou em algum tipo de Deus. OU seja, é preciso ser religioso. Ser, de certa forma, CRENTE, o que não é, nem de longe, o caso de Petry.

Descrente assumido, ao tentar explicar o porquê de as pessoas ainda procurarem informações sobre o fim do mundo em pleno século 21, Petry se perde, se contradiz ao afirmar coisas como: “Uma das explicações está no fato de que o nosso cérebro é uma máquina programada para extrair sentido do mundo. Assim, somos levados a atribuir ordem e significado às coisas, mesmo onde tudo é casual e fortuito.”[1]

Em primeiro lugar, se o cérebro foi programado, deve haver um programador, não é mesmo? E, quem seria este “programador”? Deus? O acaso? O caos?

Em segundo, se ele acredita mesmo no acaso, como, num mundo originado do caos, um cérebro, que teria surgido por acaso, poderia ser programado pelo acaso para extrair sentido do que, segundo ele mesmo, não faz sentido?

Desculpem-me! Mas acabei de parar pra pensar, e estou notando que meu artigo pode estar estar parecendo ofensivo demais! Talvez eu esteja fazendo exatamente como o articulista a quem critiquei e esteja caindo no mesmo erro de criticar os outros e não contribuir com nada útil. Mais uma vez, me desculpe! Antes de terminar, deixe com que eu me redima, escrevendo alguma coisa que realmente contribua para o seu conhecimento do assunto.

Vamos por outra linha de raciocínio! Vamos pensar: E se Deus existir mesmo?

Se Deus existe:

1. Então tudo teve um PRINCÍPIO.
2. Nada veio do ACASO, mas do Planejamento de Deus.
3. Então Petry, a quem eu só critiquei até agora, está certo ao afirmar que “o nosso cérebro é uma máquina programada para extrair sentido do mundo”. Sim, porque num mundo planejado por Deus, o cérebro perfeito, criado por Ele, sempre buscará a perfeição, e nunca se acostumará ao CAOS que hoje impera no mundo!
4. Se Deus existe, o mundo foi criado PERFEITO e precisa voltar à perfeição.
5. Se Deus existe, então Jesus veio a este mundo, morreu por quem o aceita. Ele ressuscitou, foi levado ao Céu e voltará para buscar aqueles que acreditam nele.
6. Se Jesus voltará para buscar os Seus, então não existe o FIM DO MUNDO, mas O INÍCIO DE UM NOVO MUNDO, depende apenas “de que lado você está”.
7. Enfim, O FIM DO MUNDO só existe para quem não acredita que Deus existe.

Há uns meses li na Bíblia um texto que me chamou muito a atenção. Está em II Pedro 3: 2 em diante:

“tendo em conta, antes de tudo, que nos últimos dias, virão escarnecedores com seus escárnios… e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Por que, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio… Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia. Não retarda o Senhor a Sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrario, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, Senão que todos cheguem ao arrepenimento.”

Como eu tenho certeza de que eu não preciso dizer mais nada, vou terminar deixando apenas com que a Bíblia termine de dizer o que falta. Ela vai apenas confirmar que, para quem está com Deus, não existe O FIM DO MUNDO, mas o NASCER DE UM NOVO MUNDO: “Nós, porém, segundo a Sua promessa, esperamos novos céus e nova Terra, nos quais habita justiça.” II Pedro 3: 13

Pr.Fernando Iglesias
http://www.estaescrito.com.br
(Retirado do site “O Fim do Mundo“)

h1

Olhos no Céu

novembro 13, 2009

olhos_ceu

 

“Se permitíssemos que nossa mente se demorasse mais em Cristo e no mundo celestial, encontraríamos poderoso estímulo e auxílio em lutar as batalhas do Senhor. O orgulho e o amor ao mundo perderão o poder ao contemplarmos as glórias daquela Terra melhor, que logo será nossa pátria. Ao lado da beleza de Cristo, todos os atrativos terrestres parecerão de pouco valor.” Mensagens aos jovens, pág 113

E ai? Onde você tem mantido seus olhos?

Deus o abençoe,

Felipe Scipião

h1

Somos como este cara

novembro 4, 2009

102_534-montagem-bungee-jump

Milagre: tailandês sobrevive a acidente no bungee jump

Para os médicos foi um milagre. Rishi Baveja não quer discordar. O tailândes decidiu realizar um sonho radical: saltar de bungee jump em um lago de Phuket (Tailândia). Coração a mil, lá foi ele, a 55 metros de altura. Só que, no meio da jornada, a corda elástica arrebentou e Rishi foi lançado a cerca de 130 quilômetros por hora contra a superfície do lago. A “brincadeira” custou o equivalente a 140 reais.

Felizmente, Rishi conseguiu direcionar todo o impacto à região do peito, preservando a cabeça.

O tailândes perdeu o baço, teve o fígado perfurado e os pulmões quase deixaram de funcionar. Os cirurgiões compararam os danos sofridos por Rishi aos de um grave acidente automobilístico.

Depois de um mês em um hospital de Bangcoc, ele recebeu alta. Mas você acha que ele desistiu de esportes radicais? Negativo! Rish já está planejando saltar com para-quedas.*

Que doido você deve estar pensando. Quando eu li esta matéria eu também pensei que Rishi era doido, mas infelizmente somos como este maluco, isso mesmo que você leu, em nossa vida muitas vezes pulamos em direção do pecado pensando “quando estiver pra afundar com certeza a corda vai me puxar e vou voltar” o tempo vai passando e fazer isso é gostoso traz adrenalina, você sabe que existe risco, mas não acredita que acorda possa arrebentar um dia.

Um dia você pula confiante pode até pensar “só mais essa vez depois eu paro” e quando você pula percebe que a corda arrebentou. Nesse momento pensamentos vem na sua mente, você se arrepende e pensa “porque fui tão longe?” e você afunda no lago do pecado ele destrói você, mas Deus realiza um milagre em sua vida e você tem mais uma chance para recomeçar, as marcas do seu erro ficam para te lembrar das suas más escolhas.

Infelizmente você depois de estar melhor volta a brincar com o pecado em busca de emoções como se houvesse esquecido tudo que ocorreu e resolve pular no pecado, mas você pensa “estou de para-quedas nada de errado pode acontecer!”

Cuidado você pode estar chegando muito perto do pecado a corda que esta te segurando pode estar se arrebentando e você não percebeu! Não brinque com o pecado! Por que pular se você pode andar em terra firme? Jesus te chama ande com Ele!

Wellington Santos

*Assista o vídeo do acidente aqui!

*fonte: O Globo

(Retirado do site S7ven)

h1

Maneira de Observar o Sábado

novembro 1, 2009

SABADO

Primeiramente,

Qual é a primeira ordem do mandamento do Sábado?

Lembra-te do dia de Sábado“. Êxo. 20:8.

Se é algo para ser Lembrado é porque já existia, desde a criação do Mundo.

Qual é o dia de Sábado?

Mas o sétimo dia é o Sábado“. Êxo. 20:10.

Segundo o Novo Testamento, que dia antecede imediatamente ao primeiro dia da semana?

No findar do sábado, ao entrar o primeiro dia da semana“. Mat. 28:1

Segundo o Novo Testamento, portanto, acabara o sábado quando começou o primeiro dia da semana.

De que disse Cristo ser o Filho do homem do Senhor?

Porque o Filho do homem é o Senhor do sábado“. Mat. 12:8 , Ver também Mar. 2:28.

Guardou Cristo o sábado, quando esteve nesse mundo?

Entrou, num sábado, na sinagoga, segundo o Seu costume, e levantou-se para ler“, Lucas 4:16.

Que outros personagens Bíblicos guardavam o sábado?

Por exemplo, Paulo:

(Atos 16:13) – E no dia de sábado saímos fora das portas, para a beira do rio, onde se costumava fazer oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram.

Atos 13:14 “Mas eles, atravessando Perge para Antioquia da Pisídia, indo num sábado à sinagoga, assentaram-se”

“Porque Moisés tem, em cada cidade desde tempos antigos, os que  o pregam nas sinagogas, onde é lido todos os sábados”. Atos 15:21

Com essas primeiras respostas iniciais podemos agora prestar atenção mais ao modo de observância do sábado.

Quando, segundo a Bíblia, começa o sábado?

“Houve tarde e manhã, o primeiro dia”. “Houve tarde e manhã, o segundo dia”, etc, Ver Gên. 1:5 , 8, 13 , 19, 23 e 31.

A tarde começa “ao pôr-do-sol”. Ver Deut. 16:6, Mar. 1:32, Deut. 23:11, I Reis 22:35 e 36 II Crônicas 18:34

Reconhece a Bíblia este tempo como sendo o correto começo e fim do sábado?

“Duma tarde a outra tarde, celebrareis o vosso sábado”. Lev. 23:32

Por haverem os discípulos colhido algumas espigas de trigo no sábado, a fim de matar a fome, que acusação contra eles fizeram os fariseus a Cristo?

Advertiram-nO os fariseus: Vê! Por que fazem o que não é lícito aos sábados?” Mar. 2:24

Qual foi a resposta de Cristo?

“Mas Ele lhes respondeu: Nunca lestes o que fez Davi, quando se viu em necessidade, e teve fome, ele e os seus companheiros? Como entrou na casa de Deus, no tempo do sumo sacerdote Abiatar, e comeu os pães da proposição, os quais não é lícito comer, senão só aos sacerdotes, e deu também aos que estavam com ele? E acrescentou: O sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado” Mar. 2:25-27

Por haver Jesus curado uma mulher de sua enfermidade no sábado, que disse o dirigente de certa sinagoga?

O chefe da sinagoga, indignado de ver que Jesus curava no sábado, disse à multidão: Seis dias há em que se deve trabalhar; vinde, pois, nesses dias para serdes curados, e não no sábado” Lucas 13:14

Que lhe respondeu Jesus?

“Disse-lhe, porém, o Senhor: Hipócritas, cada um de vós não desprende da manjedoura, no sábado, o seu boi ou o seu jumento, para levá-lo a beber?  Por que motivo não se devia livrar deste cativeiro, em dia de sábado, esta filha de Abraão, a quem Satanás trazia presa há dezoito anos?” Lucas 13:15-16


Por que método de raciocínio justificou Jesus os atos de misericórdia feitos no sábado?

“A seguir lhes perguntou: Qual de vós, se o filho ou o boi cair num poço, não o tirará logo, mesmo em dia de sábado? A isto nada puderam responder” Lucas 14:5-6 “Qual dentro vós será o homem que, tendo uma ovelha, e, num sábado esta cair numa cova, não fará todo o esforço, tirando-a dali? Ora, quanto mais vale um homem que uma ovelha? Logo, é lícito fazer bem, aos sábados” Mateus 12:11-12
Por haver Jesus curado o homem no sábado, e ordenado que tomasse sua cama e andasse, que fizeram os judeus?

“E os judeus perseguiam Jesus, porque fazia estas coisas no sábado” João 5:16

Fato digno de nota é que por essa questão da devida observância do sábado os judeus não somente perseguiam a Jesus, mas tomaram logo conselho para O matarem. Nada menos que maldade, que finalmente culminou em sua crucifixã, engendrou-se dessa questão da observância do sábado. Cristo não observava o sábado segundo as idéias por eles mantidas para a guarda desse dia, e por isso buscavam matá-Lo. Mas eles não estão sós. Muitos hoje acariciam o mesmo espírito. porque alguns não concordam com suas idéias quanto ao dia de Repouso ou observância do sábado, buscam persegui-lo e oprimi-lo- buscam fazer leis e alianças com os poderes políicos, para compelir ao respeito às suas leis.

Que lhes respondeu Jesus?

“Mas Ele lhes disse: Meu pai trabalha até agora, e Eu trabalho também” João 5:17

As operações comuns da Natureza, como se manifestam no divino e grandioso poder mantenedor, beneficente e curativo, prosseguem tanto no sábado como em qualquer outro dia; e cooperar com Deus e com a Natureza no serviço de curar, aliviar e restabelecer no dia do sábado,  não pode, portanto, estar em desarmonia com a vontade divina, nem constituir uma violação do sábado.

“Não devemos deixar-nos arrastar pela opinião comum de que o sábado é mera instituição judaica, que foi abolido ou anulado por Cristo. Não há uma só passagem das Escrituras que prove isso. Todos os casos em que nosso Senhor Se refere ao sábado, fala contra as opiniões errôneas que os fariseus propagaram respeito de sua observância. Cristou depurou o quarto mandamento da superfluidade dos judeus… O Salvador que despojou o sábado das tradições judaicas e que tantas vezes esclareceu o seu sentido, não pode ser inimigo o quarto mandamento. Pelo contrário, Ele o engrandeceu e exaltou.” J. C. Ryle.

Segundo Isaías, que devia Cristo fazer com a Lei ?

“Engrandecerá Ele a lei e a fará ilustre” Isaías 42:21

Em nada, talvez, foi isto mais flagrantemente cumprido do que no assunto da observância do sábado. Por suas tradições numerosas, regulamentações e restrições insenstas, os judeus haviam feito do sábado um fardo, e tudo menos um deleite. Cristo removeu tudo isso, e por Sua vida e ensinos repôs o sábado em seu lugar e posição originais, como dia de adoração e beneficência, dia para nele fazerem-se atos de caridade e de misericórdiam bem como empenhar-se na contemplação de Deus e em atos de devoção. Assim, engrandeuceu Ele a lei e a tornou ilustre.

Um dos mais salientes aspectos de todo o ministério de Cristo foi este grande trabalho na reforma do sábado. Cristo não aboliu o sábado, não fez mudança do dia, mas libertou-o do monturo de tradições, de falsas idéias e superstições com que havia sido sepultado, e pelas quais fora rebaixado e desviado do conduto de bênçãos e serviço prático para o homem, que estava no desígnio de seu Autor que ele fosse. Os fariseus haviam posto a instituição acima do homem e contra ele.

Cristo inverteu a ordem e disse: ” O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado”. Mostrou destinar-se ele a concorrer para a felicidade, conforto e bem-estar, tanto do homem como dos animais!

Devido às falsas idéias mantidas pelos judeus quanto ao sábado e sua observância, e o conflito que em consequência disso Cristo com eles mantinha, muitos dos seguidores de Cristo(inclusive na atualidade), foram introduzidos ao erro de rejeitar o próprio sábado como sendo judaico, e, sem qualquer mandamento divino ou autoridade escriturística, a pôr em seu lugar outro dia.

Portanto, podemos perceber que o sábado foi feito por causa do homem, Jesus Cristo guardava o sábado e tentou modificar a forma como os fariseus guardavam o sábado, pois os fariseus colocavam o homem em cima do sábado. Outros personagens, no Novo Testamento, guardavam o sábado também, por isso, percebemos que a instituição sabática não é nada apenas do ‘Antigo Testamento’, o próprio mandamento diz : “Lembra-te do dia de sábado(..)”, se diz ‘lembra-te’ é porque já existia. Existia desde o princípio, desde a criação do Mundo.

A Lei não foi mudada, como podemos ver em

Romanos 7:7:

“Que diremos, pois? É a lei pecado? De modo nenhum! Mas eu não teria conhecido o pecado, senão por intermédio da lei; pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera: Não cobiçarás.”

Lucas 16:17

E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til sequer da Lei.

Passagens do Antigo Testamento sendo repetidas no primeiro…

Sendo a Lei Justa e Boa:

Romanos 7:12

“Por conseguinte, a lei é santa; e o mandamento, santo, e justo, e bom”

E quem ama a Deus:

1 João 5:1-4

Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido. Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus: quando amamos a Deus e praticamos os seus mandamentos.
Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos,
porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.”
Para estudarmos melhor um texto Bíblico não devemos apenas escolhermos um texto e pronto. Devemos ver tudo em relação ao contexto e em relação a  vários textos.