h1

Por que adorar?

julho 8, 2011

Há muitos que não entendem por que o homem natural tem uma necessidade constante de adorar. Pensam que adoração só é uma válvula de escape para preencher o vazio interior de alguns humanos. Chegam até a afirmar que esse sublime ato não passaria de uma ação destinada a saciar o ego de um Deus com problema de autoestima. No entanto, um estudo mais atencioso de alguns dados históricos e bíblicos nos dará uma visão mais clara a respeito do assunto.
Não é preciso ser um doutor em História para saber que as comunidades indígenas pré-colombianas da América Espanhola já praticavam a adoração antes do contato com o europeu.
Sobre a religião dos Maias se diz:

“A religião assemelhava-se à de outros povos da região, cultuavam divindades ligados à caça, à agricultura e os astros. Os maias acreditavam que o destino do homem era regido pelos deuses, e para eles ofereciam alimentos,sacrifícios humanos e animais.”

http://www.coladaweb.com/cultura/cultura-maia,-asteca-e-inca-pre-ocidentalizacao
Já sobre os Incas conta-se:

“A religião tinha como principal deus o Sol (deus Inti). Porém, cultuavam também animais considerados sagrados como o condor e o jaguar. Acreditavam num criador antepassado chamado Viracocha (criador de tudo).”

http://www.suapesquisa.com/astecas/
Enquanto a respeito dos Astecas é dito:

“Os mitos e ritos astecas eram muito ricos e variados, e relacionavam-se com a natureza. Os cultos mais importantes sempre envolviam o Sol. Eram muito comuns rituais com sacrifícios humanos; a guerra, portanto, era uma grande fornecedora de prisioneiros para os sacrifícios.Geralmente toda a energia da comunidade estava canalizada para asatividades ritualísticas, realizadas com uma série encenações e procedimentos minunciosos.”

http://www.coladaweb.com/historia/astecas,-incas-e-maias
Dos excertos acima, surge um questionamento bastante perspicaz: quem ensinou tais povos a adorar se eles ainda não tinham qualquer conhecimento da fé cristã? A resposta vem da Bíblia:

“Eu sou o Senhor, o teu Deus, que te ensina o que é útil e te guia pelo caminho que deves andar” Isaías 48:17
“Eu sou o Senhor, e não há outro; fora de mim, não há deus; eu te cingirei(estarei ao teu redor), ainda que tu não me conheças” Isaías 45:5

Deus colocou no coração do homem uma necessidade incontrolável de adorar, porque criou o homem para ser um ser eminentemente espiritual. Afinal, o maior desejo de Deus, desde a Criação, é que o homem refletisse o Seu caráter. Por isso, “criou Deus o homem à Sua imagem; à imagem de Deus o criou…” Gênesis 1:27 Qual, pois, é o traço mais marcante do caráter de Deus?
“Ora, o Senhor é Espírito…” II Coríntios 3:17 “Deus é Espírito; e importa que os que O adoram O adorem em espírito em em verdade.” João 4:24

Deus não é  espírito somente no sentido físico, mas Ele é espírito, sobretudo, no sentido pleno da palavra. Ele é o único Ser de onde emana toda a verdadeira espiritualidade. É também o único cujo caráter é essencialmente  espiritual. Por esses motivos nos criou como seres eminentemente espirituais, a fim de que nos tornassemos mais parecidos com Ele. Qual  foi, então, o meio que Ele nos deixou para alcançarmos esse propósito?

A adoração, é claro!


Quando adoramos a Deus não dizemos somente que Ele é bom, digno, primeiro e único de nossas vidas, mas dizemos principalmente que queremos pertencer a natureza santa, pura e espiritual que só Ele possui. Isso não significa que queremos ser deuses, mas simplesmente que desejamos refletir um pouco de Deus em nós, o que é perfeitamente possível através da obra do Espírito Santo em nós.

“Mas todos nós, com cara descoberta, refletindo, como um espelho, a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória, na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” II Coríntios 2:18


Dessa forma, Deus colocou em nós a vontade de adorar, para que, ao procurarmos nos assemelhar a Ele, tenhamos sempre o desejo de buscá-Lo.Ele faz isso não porque precisa de nossa adoração para ser quem é – afinal, Deus se basta em si mesmo; “EU SOU O QUE SOU” Êxodo 3:14 – mas porque Ele ama estar bem pertinho de nós ” …vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.” João 14:3


Deus não tem problema de ego, pois, ainda que nenhum ser humano O adore, toda a criação do UNIVERSO O adorará!

“Os céus proclamam a glória de Deus eo firmamento anuncia a obra d as suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outr noite. Sem linguagem, sem fala, ouvem-se as suas vozes em toda a extensão da terra, e as suas palavras, até o fim do mundo” Salmo 19:1-4


“Só Tu És Senhor, Tu fizeste o céu, o céu dos céus e todo o seu exército, a terra e tudo quanto nela há, os mares e tudo quanto neles há; e Tu os guardas em vida a tos, e o exército dos céus Te adora.” Neemias 9:6


Por isso, adoramos a Deus não para suprir um vazio existencial, mas para saciar uma necessidade essencial. Assim como os anjos, os céus, a terra, os mares e os animais, o ser humano também precisa de Deus.

“Como o cervo brama pelas correntes das águas, assim susspira a minha alma por ti, ó Deus!” Salmo 42:1


O problema é que o ser humano não quer reconhecer a sua dependência de Deus, o que acaba, muitas, vezes, levando-o a se machucar.

“Disseram os néscios no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abominações em suas obras, não há ninguém que faça o bem.” Salmo 14:1


Conquanto Deus saiba que o ser humano sem Ele só  irá se ferir, jamais o Senhor o obriga adorá-Lo. Em uma clara demonstração de respeito pelas decisões humanas, Deus permite que adoremos aquilo que quisermos. Retomando os excertos a respeito dos povos indígenas pré-colombianos, percebemos, com clareza, que o instinto de adoração existia plenamente, mas o destinatário da adoração era torpe.
Basicamente, Incas, Maias e Astecas adoravam as forças da natureza. Hoje, há muitos que adoram o próprio EU. O instinto de adorador existe, mas aquele que recebe adoração ainda é impróprio. Cabe, hoje, decidir, diante desse fatos, a quem adorar.

“Escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram os vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém, eu e a minha casa serviremos ao Senhor.”Josué 24:15


Deus te abençoe!

Anúncios

3 comentários

  1. Concordo plenamente william!!


  2. Só em termos a certeza de que Deus existe e está pertinho de nós já nos faz adorá-lo!Mas é preciso colocar em nossas mentes que esse Deus tão maravilhoso deve ser adorado em tudo: nas nossas orações, nos louvores,na nossa conduta cristã,enfim!A Bíblia nos ensina”ó adorai o SENHOR na beleza da Sua santidade….


  3. Muito bom o texto, gostei! Não é Deus quem necessita de nossa adoração. Somos nós quem necessitamos adorá-lo afim de preencher o VAZIO que há em nós. O seu e o meu coração tem um buraco em forma de Deus… um buraco que somente Ele pode preencher.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: