h1

Botão de rosa

novembro 27, 2013

Memorias do meu Avô

“Botão de rosa ainda não aberto,
O sol já quer o teu perfil beijar!
Botão de rosa ainda não desperto,
Como me prende o teu suava olhar!…

Minh’alma sonha… Num jardim deserto,
Entre perfumes, bejo-te brilhar…
Botão de rosa, que desejo incerto
Te dá esse sorriso de encantar?

Rosado e loiro, o teu corpinho e leve
Ainda é de anjo, e quase de mulher,
Como um ar d’avesinha cor de neve.

E passas a sorrir, sem perceber
Que, seguindo o teu passo airoso e breve,
O sol do amor começa a amanhecer!”

Oséas Florêncio de Moura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: