Posts Tagged ‘jovens’

h1

Apocalipse Jovem

junho 18, 2010

Jesus Cristo que se faz manifesto como Senhor, Salvador, Vencedor da morte, aquele que nos ama e nos torna livres por meio de Seu próprio sofrimento a nosso favor, Ele que é agora o nosso Senhor vivente e o que virá outra vez. Virá e todos os Seus filhos serão testemunhas deste grande acontecimento.

(Clique AQUI para ler)

Retirado do site: Evangelismo Jovem

h1

A outra lagartixa

março 28, 2008

História interessante da lição dos jovens dessa semana:

De um livro japonês contemplativo vem a seguinte história: Havia um homem que estava reformando sua casa. Quando ele desmanchou uma das paredes, descobriu uma lagartixa que estava “vivendo” atrás dela. Contudo, a patinha da lagartixa estava presa por uma carta que, de alguma forma, também tinha ido parar dentro da parede. Isso impedia que a lagartixa se movesse. Ainda mais impressionante era o fato de que a data da carta indicava que ela estava na parede havia dez anos.

Que estranho! Pensou o homem. O que está acontecendo? Como esta lagartixa pôde permanecer viva todo esse tempo?

O homem parou a reforma por algum tempo para observar a lagartixa e ver como ela estava conseguindo se manter viva. Finalmente, um dia o mistério foi resolvido. O homem observou outra lagartixa com comida na boca se aproximar da lagartixa presa. Essa segunda lagartixa estava trazendo alimento para a lagartixa presa comer.1

Pensar que por dez anos uma lagartixa traria comida para outra lagartixa presa na parede! Pensar que mesmo no reino animal, tal devoção – e poderíamos até especular chamando-a de amor – possa ocorrer!Quantas pessoas na Terra são como a lagartixa presa na parede? Por quaisquer que sejam as razões, elas estão morrendo de fome por falta do amor de Cristo. De que forma pode o amor de Deus estar em nós se não vamos em auxílio delas? Na verdade, o fato de lhes oferecermos ajuda é prova de nosso discipulado. Primeiro João 3:17-19 diz: “Se alguém tiver recursos materiais e, vendo seu irmão em necessidade, não se compadecer dele, como pode permanecer nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade. Assim saberemos que somos da verdade” (NVI). (Leia também Isaías 58.)

“Raras vezes os crentes serão chamados a experimentar o martírio em favor de outros. Contudo, cada dia encontrarão pessoas necessitadas a quem devem estar dispostos a ajudar se têm os recursos para fazê-lo; a maioria das pessoas tem mais do que precisa. Isso encontra paralelo no ensino de Tiago (Tg 2:14-17): os crentes devem estar dispostos a ajudar um irmão ou irmã em necessidade. Os crentes devem responder ao amor de Deus por eles amando os outros, colocando as necessidades deles acima de sua posse de bens deste mundo.”2

1. Chandra Suwondo, 50 Renungan yang Membawa Berka (50 Devotionals Which Bring Blessings), p. 171-173.
2. Grant Osborne, editor, Life Application Bible Commentary: 1, 2 and 3 John (Wheaton, Ill.: Tyndale House Publishers, Inc.), p. 76, 77.

Eko Tulistyawati Ricky | Bandung, Indonésia

h1

Cinco razões porque não vou ao cinema

fevereiro 8, 2008

Me chamo Vinicius A. Miranda tenho 22 anos e fui convidado pelo Franzé Jr. para postar alguns artigos aqui no Ação JA. Também sou colunista do IASD em Foco.

Ajudo a cuidar de alguns sites, mandando materiais, etc, sendo eles a Central de Diretores J.A., Portal J.A. e Tinguiteen. Sou Lider J.A. investido e medalha de dedicação. Freqüento a IASD Tingui em Curitiba – PR.

Como um adventista que nasceu na igreja, vejo estampado no rosto dos nossos jovens hoje,o mesmo drama e conflito que vivi. É pecado ir ao cinema ou não? A igreja parece impotente para dar respostas convincentes, e os nossos jovens exigem uma que esteja escrita na Bíblia ou no Espírito de Profecia. No tempo de Ellen White não havia cinema, mas havia teatro e ela foi claramente contra.

A igreja, no intuito de preservar os nossos jovens da influência do mundanismo, estabeleceu o estigma de que ir ao cinema é pecado. O cinema em si pode não ser ruim, contudo, a tradição religiosa da igreja diz que isso é pecado (tanto no Brasil, como nos Estados Unidos, para minha surpresa). Na realidade, o motivo da proibição , era impedir os nossos jovens de assistir aos filmes, e não de ir ao cinema em si. Com o advento do viodeocassete, a igreja foi traída pela sua proibição, e agora todo mundo assiste em casa, e a polêmica definitivamente se estabeleceu. Ir ou não ir? Pode ou não pode? Em primeiro lugar, temos que lembrar que para a pessoa que está realmente determinada a ir ao cinema, nada vai convencê-la do contrário.

Contudo, as cinco razões que apresento aqui pode ajudar aqueles que são sinceros, e que, na dúvida, estão orando a Deus, querendo fazer a Sua vontade.

A Primeira Razão: Vou usar como primeiro argumento aquilo que muitos jovens acham elementar. Se hoje você vai ao cinema e alguém o vê indo, essa pessoa pode ficar escandalizada, e isso é pecado.

Se o seu comportamento escandaliza o seu irmão, o princípio é claro ao dizer que é melhor não fazer. A Bíblia fala fortemente sobre esse princípio em I Coríntios 8. Paulo fala que alguns, não tendo conhecimento profundo da verdade, têm uma consciência fraca. No verso 9, Paulo estabelece o princípio quando diz: “vede, porém, que esta vossa liberdade não venha, de algum modo, a ser tropeço para os fracos.” Em I Coríntios 10:23 3 32, Paulo diz que “todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm”. “não vos torneis causa de tropeço…para a igreja de Deus.

” E o que mais me impressiona é a declaração do capítulo 8:12 quando Paulo diz: “E deste modo (referindo-se ao pecado do escândalo), pecando contra os irmãos, golpeando-lhes a consciência fraca, é contra Cristo que pecais.” Se ao ir ao cinema, escandalizo a minha igreja ou o meu irmão, estou pecando contra Cristo, diz a Bíblia.

Segunda Razão: Um princípio elementar, mas que não deixa de ser uma razão, é que ali é a “roda dos escarnecedores”. Bem, você pode dizer que a “roda dos escarnecedores” está em todo lugar, no metrô, no ônibus, etc.

Contudo, a “roda dos escarnecedores” do cinema é específica. O grupo que ali está, não está por uma necessidade, mas porque querem ir espontaneamente para satisfazer a si próprios e entreter o seu ego. Vão lá porque gostam e querem assistir ao filme, mas existe algo mais que o filme: como o ambiente, o escurinho, o silêncio, o som e o tamanho da tela. Tudo isso é planejado de uma maneira, não para fazer você assistir ao filme, mas para você entrar no filme.

Concordo com o salmista no Salmo 1:1, quando ele diz: “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores”. Creio que o cinema é uma roda específica de escarnecedores, que estão buscando um tipo de prazer que só lá dentro alcançarão.

Será que ao ir ao cinema não estou me detendo no caminho dos pecadores?

Terceira Razão: A escuridão do ambiente afeta tremendamente o ouvinte. Engraçado é que ninguém percebe e acha normal. E é aí que a gente vê como o diabo é sutil. O ambiente escuro é para ninguém ver ninguém, e para tentar colocar na sua cabeça que aquela imagem é uma realidade só sua, feita para você; ainda que seja só naquele momento. Seu subconsciente consegue captar mensagens que podem afetar profundamente sua maneira de ver, pensar e agir, baseado em imagens que muitas vezes nem sequer fazem parte do nosso mundo real. normalmente, não gostamos da escuridão. Temos medo.

E tão logo entramos em um ambiente escuro, procuramos uma luz para acender. Entretanto, no cinema, as trevas têm por objetivo captar a sua mente, levando você a uma fantasia que não é a sua realidade. Pode parecer que não, mas ver o filme no escuro do cinema, e ver no claro na sala de estar da sua casa, faz uma grande diferença quanto à influência que você recebe. E às vezes, essa influência é involuntária, você nem a percebe, mas ela está lá. Ao escrever esta declaração, não estou defendendo a liberação de qualquer filme em casa, mas tentando mostrar que, definitivamente, o cinema não é um lugar para cristãos.

Quarta Razão: O tamanho da tela gera uma imagem muito realística, que associada com o escuro, exerce um poder fascinante, transportando você da sua realidade para dentro de um mundo imaginário no filme. Como todo mundo nesta vida de pecado tem sonhos, os filmes não são outra coisa senão os sonhos dos seres humanos se tornando realidade. Daí porque o mundo está fascinado com Hollywood. Jamais a tela de um televisor, por maior que seja, vai exercer sobre você um poder tão fascinante como dentro do cinema. Se fizermos uma pesquisa com duas pessoas, sendo que uma assiste a dez filmes em casa, e depois dermos um questionário para elas responderem, buscando ver o efeito dos filmes no subconsciente, compreenderemos o poder do cinema, e por que a igreja está certa em dizer que ele é pecado.

Quinta Razão: O último motivo pelo qual o cristão não deve ir ao cinema é simples. Eu até diria elementar, mas de uma sabedoria fantástica: “Na dúvida, não ultrapasse.” Por que correr o risco, se o assunto é polêmico? Será que Jesus entraria com você no cinema? A mesma pergunta pode ser feita quanto à escolha que você faz dos seus filmes. Será que ele sentaria com você na poltrona da sua casa e assistiria aos filmes que você está assistindo? acho que, na dúvida, não é bom ultrapassar. Que sabe esse último princípio, ainda que simples, possa salvar jovens que ainda não têm fé suficiente para compreender os quatro princípios anteriores.

Talvez você não esteja convencido de que não deve ir, mas se a dúvida está no seu coração, é mais seguro não ir. Para aqueles que não têm dúvida, e que se sentem confortáveis em ir, achando que não há nada de mais, eu diria que a sua consciência não é um guia seguro. Você pode até estar sendo sincero no que faz, mas se caminhar na direção errada, perderá o jogo da vida eterna.

Uma coisa que devemos nos lembrar, é que antes de ser aceito como membro da igreja, é feito uma entrevista com o candidato ao batismo, e nela se pergunta “há quanto tempo você não freqüenta: Teatros, bailes, CINEMAS, etc”, e após essa entrevista, o candidato assina, assumindo a responsabilidade que deixou as praticas para trás. Porque após sermos batizados ainda nos restam duvidas? Se quando aceitamos a Jesus declaramos que não faremos mais as coisas que fazíamos antes!

Certa vez, li uma história em que a Coca-Cola resolveu fazer um teste de marketing para testar o poder da imagem sobre o subconsciente das pessoas. Na produção de um filme para o cinema, eles incluíram várias vezes, no meio da projeção, rápidas imagens de uma garrafa de Coca-Cola . Os flashes eram rápidos como um relâmpago e, embora as pessoas vissem aquele rápido flash na tela, elas não conseguiam identificar a imagem. Na saída do cinema, eles colocaram bancas de Coca-Cola para vender e, à porta ,eles perguntavam às pessoas se elas podiam dizer o que viram na imagem dos flashes.

Ninguém conseguiu dizer o que tinha visto na imagem, mas todos perceberam o flash rápido. Apesar de não terem notado a imagem da garrafa de Coca-Cola, 70% daqueles que assistiram ao filme, compraram uma garrafa de Coca-Cola para beber, na saída do cinema. Os outros 30% não compraram, mas confessaram que estavam com vontade de beber. Essa experiência mostra que o poder do subconsciente de captar as imagens é muito grande. Somos afetados sem perceber, e aí reside o perigo.

Em minha opinião, a igreja está certa quanto a não ir ao cinema. Se bem que também devemos cuidar muito com o que assistimos em casa. Hollywood está determinando o comportamento da sociedade moderna e criando filmes que, em lugar de entreter as pessoas, as levam a ficarem insatisfeitas com a sua vida, porque elas vêem nos filmes um mundo de sonhos e cores. A comparação é uma arma de Satanás para nos conduzir ao pecado. Ele fez isso no Éden, tentando comparar o homem a Deus.

E hoje ele usa os meios mais sofisticados para levá-lo a comparar a realidade da sua vida com a imagem fantasiosa dos filmes. Se a sociedade pudesse imaginar o que existe por trás dessas produções, e como se situa o mundo artístico, talvez nem assistisse aos filmes que por eles são produzidos. O critério para provar se um filme é bom ou não?

Faça a pergunta: Poderia Jesus assistir comigo? Sim ou não? Lembre-se de que lá no Céu não existe o mundo imaginário dos filmes e das superproduções. Lá, sim, nos encontraremos com a verdadeira realidade dos nossos sonhos, e a tela, seja do cinema ou da TV, já não terá mais poder sobre nós, e nem existirá, porque Aquele que é real, nos transformará para as realidades eternas.

Vinicius A. Miranda

h1

Está Escrito para jovens

dezembro 16, 2007

 

E aí pessoal! Quem não pôde assistir ao Está Escrito que passou na TV Novo Tempo na sexta-feira, sábado e domingo. Não tem tanto problema. Nós gravamos.Entretanto, tiveram alguns problemas e não podemos gravar com o vídeo.Então, ficou só o áudio mesmo. Mas pelo menos o programa está completo, e com a qualidade do áudio muito boa por sinal!. O programa foi o mesmo todos os dias. Quem pode assistir, só “precisaria” ter assistindo a um dos dias.

O programa foi muito bom. Foi um debate com alguns jovens falando sobre temas como:

Servir a Deus é bom?Será que me sinto bem servindo a esse Deus? Como posso me sentir bem sem ir pra baladas, não tomar bebidas alcoólicas, e preservar minha castidade? Como posso ser influenciar e não ser influenciado sem parecer um ET?

Para saber mais sobre o programa Está Escrito clique aqui

Vale a pena ouvir o programa ou baixar para seu computador!

->Para fazer o download do arquivo(mp3) clique aqui

Até algum outro post,

Franzé Jr

h1

#5 II Dia Campori – Jovens por uma Paixão

dezembro 6, 2007

 

Demorou mais saiu o segundo dia no campori de Jovens! Nesse dia alguns clubes foram fazer projetos comunitários, outros foram assistir a seminários. Mas no fim do dia todos fizeram uma Santa Ceia histórica! O lava-pés foi feito na cozinha de cada clube, após serem lavado os pés todos foram para um dos palcos onde houve a santa ceia. Algo muito lindo, que não dá pra descrever em meras palavras de um post…Talvez no vídeo você possa ver como foi. E é por isso que estamos trazendo esse vídeo para você. Tivemos que editar algumas coisas. Mas, em suma dá pra ver muitas coisas. A pregação desse dia e a peça do Getsêmani será em outro podcast. Então aguardem! Para deixar você com o gostinho na boca de ver, disponibilizamos nesse vídeo uma parte da pregação feita pelo Pr. Baraka Muganda, líder do Ministério Jovem da Associação Geral; e a peça do Getsêmani.

Nesse vídeo você poderá ver também os bastidores da peça e muito mais! Vale a pena ver!

Para ver no Canal clique aqui (assista na web)

Prepare-se para assistir o melhor dia de todos! Fique de olho nos próximos posts com relação ao campori! Próximos dias estão para vir!

h1

#4 I dia Campori Nordeste – Jovens por uma Paixão

novembro 25, 2007

I dia Campori

A viagem para o campori foi muito boa graças a Deus. Só para vocês terem idéia foram mais de 7000 jovens viajando e nada aconteceu. Só com a proteção do Senhor mesmo.

Chegando lá, tivemos que levar as malas até o local, capinar a área e montar o acampamento. Deu um trabalhozinho mas tudo valeu a pena.

Depois tomamos banho e fomos à grande abertura.

Confira o vídeo do primeiro dia.

Ver no canal (assista na web)

h1

1º dia no campori “é bom demais!”

novembro 8, 2007

Nos próximos posts eu e o Felipe iremos escrever como foram nossos dias ali no maior teatro a céu aberto do mundo. Por que nos vamos escrever individualmente? Porque ficamos em clubes diferentes e passamos por situações também diferente, para você não perder nenhum detalhe iremos fazer assim, ok? Fiquem com Deus!


Sair de Recife com destino à Nova Jerusalém é bom demais! A estrada é muito boa, sem falar na paisagem. Com tudo isso parecemos estar em outro país. Até chegar em Caruaru as paisagens vão sendo cada vez mais bonitas. De Caruaru para Brejo da Madre de Deus, cidade onde fica o teatro a paisagem vai piorando, a vegetação começa a ficar seca. E tudo parece mudar, agora, sim parecemos estar no verdadeiro agreste de Pernambuco. Todo mundo fica doido para chegar, principalmente quem nunca foi ao teatro. E que teatro! Chegar lá é muito bom. Grande muralhas, parecendo até um castelo. No estacionamento muitos ônibus e pensar que são jovens ADVENTISTAS que saíram de suas casa, igrejas e de tão longe para um objetivo único: se apaixonar mais por Jesus.

Descendo do ônibus e ver tanta gente pode dar até medo ou calafrios, mas saber que todos ali(pelo menos a maioria) é adventista e segue os mesmos princípios que nós é bom demais! E agora, a hora de tirar as bagagens tanta coisa que dá até preguiça! Mas, tem que fazer! E pensar que, eu(Franzé Jr.) fiquei na APe(Associação Pernambucana) a parte do acampamento mais longe de onde os ônibus estavam parados. Os ônibus iam até certo local, após isso só entravam alguns carros e depois mais nenhum, foi o jeito irmos carregando todas as malas. E quanta mala! Parecia que o clube ia passar um mês ali, e o pior que a parte da cozinha já tinha ido faz tempo, ali estava só nossas bagagens pessoais e as barracas. Meu clube,Redmidos, chegou meio tarde no primeiro dia, por conta do atraso do ônibus. Então, tivemos que armar acampamento no escuro. Não vou falar que os outros dias ficamos sem energia e iluminação(mas isso vai pra outro post).

Armar acampamento e corre para a parte do teatro que está tendo a abertura(que eu não vi direito). Você deve estar pensando se nós acampamos “dentro” do teatro, digo que não. Todos os jovens acamparam na parte do estacionamento, a parte dos palcos só era permitido entrar quem era da administração ou em horários de programações.

E assim foi o primeiro dia…

P.S.: Aguardem o vídeo do primeiro dia(nos próximos posts), fique ligadooo!