Posts Tagged ‘promessa’

h1

Único

novembro 4, 2011

Decepção. Com certeza você já teve ou vai experimentar essa desagradável sensação. E, se duvidar, em incontáveis situações. Seja no trabalho, na vida acadêmica, em um relacionamento e, até, consigo mesmo. Logo, não precisa usar o argumento “essas coisas só acontecem comigo”. Você não é o único, nem o último.

Afinal, existe alguém que crie expectativas, aguarde pacientemente, perceba que as promessas não serão cumpridas e ache tudo isso normal? Impossível. Ninguém deseja a decepção, tampouco os sentimentos agregados, como frustração, desilusão, desonestidade, fracasso, entre outros. Principalmente quando causados por quem menos esperamos, como um irmão, um amigo ou aquele que sempre foi uma referência, um exemplo a ser seguido.

No entanto, mesmo que rejeitemos a decepção, todos nós, meros seres humanos, temos a natureza egoísta. Estamos vulneráveis a magoar e a sermos magoados. Portanto, aprenda de uma vez. Em todo o universo, só há um incapaz de desamparar-nos. Um, entendeu? É certo que, às vezes, cobramos dEle e achamos que fomos abandonados. Contudo, Deus fala conosco. Somos nós quem não ouvimos. Além de que, mesmo em condição de adoradores, também nos achamos no direito de condenar o Criador. E ainda assim Ele tem compaixão por cada um dos Seus filhos.

Lembro que, quando criança, ouvia uma música com o seguinte trecho: “Imagine conosco se Jesus não viesse? Se Deus, lá no céu, se esquecesse de nós? Seria o pior pesadelo de todos (…)”.  Embora não acreditasse nessa possibilidade, me permitia refletir no que aconteceria se Jesus não voltasse pela segunda vez.

De lá para cá, está mais evidente que as profecias estão se cumprindo. É certo que o Redentor não se esqueceu de nós. Cristo vem porque nos ama e quer que tenhamos vida e vida em abundância. Ele vem porque é um Senhor de palavra e aliança. E, sem demora, é certo que Deus cumprirá as suas maravilhosas promessas. Quer você queira ou não.

 

Tatyanne de Morais

Anúncios
h1

Além das Promessas

dezembro 26, 2007

Clima de final de ano sempre é época de pensar nos atos cometidos. Mas do que isto é tentar consertar os erros anteriores no ano seguinte. E aí vêm as promessas. Quem nunca fez promessa de emagrecer? De passar por média no colégio ou na faculdade? De se tornar mais cristão? De ser mais útil na igreja? Acredito que todo mundo tenha “aquela” promessa que não cumpra. Não vou negar, a minha promessa sempre foi concluir o ano bíblico.

Engraçado que na última sexta o tema do pequeno grupo que freqüento foi justamente este: final de ano e tais promessas. A partir do debate fiquei pensando no seguinte: imagine se Jesus fosse como nós e não cumprisse as Suas promessas? Além da grande frustração, não sei qual seria a minha reação. Contudo, graças a Deus (só a Ele mesmo) que as promessas dEle se tornam e tornarão realidade. É bom saber que as Suas maiores promessas, a segunda vinda de Cristo Jesus e a vida eterna não são apenas promessas, mas realmente vamos poder ver a Sua face e o melhor de tudo, durante todo o sempre.

Na última mensagem do ano de 2007, desejo a todos: muita paz, amor, saúde, sucesso e principalmente muita COMUNHÃO com Jesus. Que em 2008 possamos viver além das promessas. Espero que possamos ter Jesus como exemplo nas nossas vidas e REALIZAR em vez de esperar. No ano que vem cumpra o que você tem sempre prometido e ainda não cumpriu. Sendo assim, você perceberá as bênçãos grandiosas. No início de 2008, aguardo ansiosamente os relatos de realizações e não de simples promessas.

Não violarei o meu pacto, nem alterarei o que saiu dos meus lábios.

Salmos 89:34

Abraços,

Taty.

Ps: Desculpem-me pelo atraso do post, mas espero encontrá-los ainda em muitas segundas de 2008.