Posts Tagged ‘valor’

h1

O poder da Palavra – 1

janeiro 16, 2008

“Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo.” Mateus 13:44

Séculos passados, os reinos ao redor do antigo Sião enviavam exércitos e bandos de assaltantes para a parte sul do país, decididos a saquear os tesouros do templo e raptar as belas mulheres siamesas para serem suas esposas.

Os siameses, na ânsia de proteger seus tesouros cobriam as mais valiosas imagens de Buda com argamassa barata. Quando as tropas saqueadoras viam esses ídolos de aparência barata, não os roubavam por julgá-los sem valor.

Por muitos anos, uma destas imagens de Buda adornou uma escola paroquial em Bangcok. Os sacerdotes do templo queriam tirar do lugar a feia imagem, sobre a qual subiam os meninos da escola, em suas brincadeiras. Ela, porém era muito pesada.

Contudo, os sacerdotes finalmente decidiram quebrar a incômoda imagem, para que fosse removida aos pedaços. Removida a argamassa que a recobria, os trabalhadores, pasmados, viram uma figura de ouro maciço! Uma investigação posterior revelou cinco toneladas de ouro, noventa por cento puro, avaliadas em sete milhões de dólares! Por muitos anos, aquela escola paroquial tinha, em seu recinto, uma grande fortuna sem saber que a tinha.

Agora tomemos esta história e coloquemo-la ao lado de outra, da Bíblia. É a história do homem que encontrou um rico tesouro no campo.

Na parábola, o campo que encerra o tesouro, representa as Sagradas Escrituras. E o evangelho é o tesouro. A própria terra não está tão premiada de veios auríferos nem tão cheia de preciosidades como a Palavra de Deus” – PJ, pág. 104.

Debaixo daquele exterior barato, o ídolo siamês, continha um tesouro de ouro maciço que valia milhões de dólares. Da mesma forma, por baixo da inexpressiva capa da sua Bíblia, há um rico tesouro que vale muito mais do que os milhões de dólares do ídolo da escola paroquial. Dentro das páginas desse Livro abençoado a pessoa encontra a vida eterna, e tudo o que significa!

Jorge Cortês vivia na Colômbia, América do Sul. E estava cumprindo sua sétima condenação, na cadeia. As drogas e o crime lhe pareciam ser o caminho da vida. Seu último raspão com a lei envolveu assalto a um lojista.

A permanência atrás das grades meses a fio, numa ocasião, não o curou de cometer crimes. Quando via algo que queria apanhava-o não raro sofrendo conseqüências.

A vida na prisão era muito monótona. Coisas para ler eram escassas, e assim certo dia em que viu um Novo Testamento na mesinha da cela de outro prisioneiro, apoderou-se dele, com o objetivo de lê-lo para passar o tempo.

Embora a mente de Jorge estivesse enevoada pelas drogas, ao começar a ler o Livro o poder do evangelho começou a penetrar em seu cérebro confuso. Quanto mais lia, mas queria ler. Aquele Livro era diferente dos romances e revistas baratas que costumava ler. Tinha um poder em si, um estranho poder que Jorge jamais sentira antes na vida, e isto produziu-lhe um tremendo impacto.

Descobriu que aquele Livro falava de um Homem, não de um homem comum, mas de alguém cujo nome é Jesus – um Homem que realizava milagres e entrava na vida das pessoas. E logo Jorge sentiu que esse Homem entrara em sua vida também.

Quando o jovem transgressor da lei foi libertado, foi morar com um parente. Ali ele encontrou mais livros sobre a Bíblia um deles de modo especial, despertou-lhe o interesse, era sobre a segunda vinda de Jesus. O livro declarava que esse Homem maravilhoso logo viria de novo a este mundo.

O pastor Santader Iglesia estava justamente começando uma série de conferências na região, e o moço as assistia regularmente. No final das reuniões, Jorge foi batizado e a seguir entrou na obra da colportagem, partilhando com outros sua nova fé.

Querido jovem: Na verdade “A Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes” (Hebreus 4:12). Ela transformou a vida de Jorge Cortês; Ela fará a obra necessária na sua e na minha vida, se apenas permitirmos que ela a faça, estudando-a diariamente.

->Para baixar este texto em espanhol clique aqui
-> Para descarregar este texto en español clic aquí

Pr. Jeú Caetano

h1

Os valores é que moldam a cultura- parte 3

dezembro 30, 2007

 

Grande medo

Qual o seu grande medo do futuro?(não to falando de futuro Volta de Jesus, eu não sei se Jesus vai voltar amanhã ou depois de amahhã).

Mas qual o seu grande medo daqui a cinco anos?

Sabe qual é o grande medo dos garotos entre 15 e 24 anos? O Instituto de Cidadania fez uma pesquisa e disse o primeiro grande medo desses garotos.

Trabalho, quando se formar vai ter trabalho? Como será na hora de se formar? E depois?

Segundo, é violência.Você sabe se entra e sai de casa e vai voltar? Sabe se quando entrar em casa estará alguém para te assaltar?

Tropa de Elite! Onze milhões já viram o filme, que foi pro cinema agora.

Qual o grande problema? É que quando eles estão matando bandidos o pessoal está aplaudindo. Cadê o valor? Matou bandido a gente aplaude, porque achamos que é senso de justiça. E agora os policias viraram super-heróis de carne e osso mesmo. Qual resposta iremos dar para tudo isso?

Princípios da Vida – evangelho nos mudando

O evangelho tem que me mudar para que eu não caia nesse absurdo de chegarmos ao ponto de que a existência humana não vale mais nada. De eu estar torcendo para alguém matar o outro porque o outro errou. Mas aí esse é o grande desafio contemporâneo.

Pureza

Aí fora é quem pode mais chora menos, que resposta iremos dar? E cá para nós tem jovens rapazes e moças que acham que a onda de ser puro é fora de moda. Ficar, é de Deus ou não? Não respondam! Qual o valor de pureza que iremos assumir? Temos assumir que o sexo é após o casamento. E a gente acha que não, escutamos em nossas igrejas: “Fulano ficou com fulana.”, “Fulano pegou fulana”. Cá pra nós! “Pegou fulana!”. Agora, na nossa cultura. Entre o rapaz e a moça quem é que sobra? Pro rapaz ou pra moça? Meninas sejam inteligentes, sempre vai sobrar pra vocês porque é cultura desse “país”, é assim.

  • Já viram alguma igreja chamada: “Igreja do José virgem”?. Mas já ouviram alguma com o nome igreja da “Virgem Maria”…Porque só a Maria tem que ser virgem e o José não?

Vamos voltar aos valores!!!! O plano de Deus é bom para vida da gente…Aí vem a mídia e distribui camisinha, vem a época do carnaval e eles estão dando camisinhas, pílulas anticoncepcionais. A gente paga para os outros usarem camisinhas (é um imposto da gente). E é assim…

Mídia

 

Simplicidade
Ninguém quer ter vida mais simples…Se não for o tênis da Puma, eu to fora do mundo. E o cara faz o que pode e o que não pode para comprar um tênis da Puma. Aí compra até um do “Paraguai” o “Puma pulando pra trás”(rsrsrsr). Para achar que ele está usando um Puma. O cara usar outro estilo de tênis, não está na moda. A idiotice é vivermos em função da marca. Tem pai que não pode dar, mas o meu filho só usa camiseta se for de “tal marca”. E a simplicidade?
Beleza
Qual o padrão de belo hoje? A mulher bela é a ??? Num é a magra não! É a esquelética, a que passa fome! A da herbalife… Cá pra nós que idiotice…Aí vem Gisele Budchen passa a ser padrão, e coitadinha daquela que tem um pneu a mais.Num dorme num come…Faz dieta de uma semana comendo sopa…Por quê???Porque o padrão de mulher bonita que colocaram para nós é aquela que não tem um pneuzinho… Não tem estrias, não tem celulite… Mas qual o padrão cristão? Qual o valor cristão?

O valor cristão é de ter saúde. O magérrimo e o gordo, ambos estão fora do padrão cristão.

  • Propaganda de pasta de dente.

Aparece uma mulher quase pelada…O que tem a ver dente com o resto do corpo? Aí não…Passamos a viver em um mundo erotizado.

Sabe qual é o problema? É que só temos informações da Rede Globo.

Resposta para a mídia

Você terá que dar uma resposta cristã para a mídia. A mídia diz: “fica com quem você quiser; use camisinha; a mídia faz apelo para você se erotizar.E muitas outras coisas”.

É mídia! O que a mídia faz isso replica até na igreja…

E sabe qual é o problema? É que não sabemos dar resposta cristã ali pra fora. A mídia não tem que ditar as regras dos valores da igreja…Crente não tem que andar fora da moda, cá pra nós..Mas nós temos que dar uma resposta para a moda. Você nunca vai numa loja e vai estar escrito : “SO CRENTE’S”(srsrsr). É claro que não tem!

Temos que ter bom senso. Qual a moda que eu como cristão “posso usar”?Temos que pegar o valor e transformá-lo para nós.

Será que iria dar sucesso um Big Brother só para crentes???

“Oh Alemão bora nadar na piscina agora…”

“Não, Iris nem fiz a meditação do Bullón ainda.”

Porque não tem sensacionalismo. O proibido não ia estar a vista. Será que em um Big Brother de crentes ia ter gente quase sem roupas?

Temos que dar significado à existência

–> Para ler a parte 1 clique aqui

–>Para ler a parte 2 clique aqui

Feliz ano novo pra todos, que Deus possa nos abençoar no ano que vem!

Franzé Jr.

 

h1

Os valores é que moldam a cultura – parte 2

dezembro 19, 2007

 

Para que o Cristianismo serve:

O que o cristianismo me torna diferente nessa história? Como podemos fazer a diferença aí fora?

Se não é mero cristianismo de alguém “que ouviu falar”. Mas não mudou nada…Sabe por que? Porque escrevem e falam para nós( como eu estou escrevendo agora) de um Deus e para provar para nós sabe como eles fazem? Olha as galáxias  e falam de bilhões e bilhões  e bilhões de estrelas falam da complexidade da galáxia…Olha a complexidade do organismo humano. Tudo isso prova Deus, mas isso prova nada! Porque tudo isso sabe o que é? É Deus projetado! E é Deus de lá.

 Mas que Deus que cuida de lá e não consegue resolver meu problema numa segunda feira. Que Deus é esse? Deus só é Deus quando ele sai do livrinho, quando Ele sai da Galáxia e pula na história da gente e me muda para olhar o mundo de um jeito diferente. E a pior coisa que existe sabe o que é? É achar que crente é burro.E é por isso que o evangelho tem que tornar minha vida diferente, para dessa forma poder mudar a vida de quem está lá fora.

 
A vaca está indo para o Brejo

“Eu não sei dizer o que quer dizer o que eu vou dizer.” (Trecho de música)

Então não fala! Mas nós vivemos assim, vivemos dentro desse contexto. Cristão tem que mudar história, porque sal só é sal fora do saleiro. É muito fácil ser sal dentro de um vidro que todo mundo é branquinho, é adventista, é cristão, é sal!

Mas daqui a alguns dias, meses, horas ou até agora você poderá estar vivendo dentro de um vidro de pimenta. Então, como você irá viver o cristianismo lá fora??? Nós temos que viver o evangelho lá fora, e não admita ser chamado de cristão ignorante por não ter conhecimento. Por isso que é a Bíblia em uma mão e o jornal na outra. Para mudar a  história. É isso que Jesus espera de nós! Que mudemos a história lá fora. Da vida de pessoas. O “mundão” está indo de mal a pior. Há de se envergonhar no que aconteceu no senado. Pense em alguém honesto, sem ser crente. Pense no presidente do senado, que pediu férias por 45 dias. Será que ele vai estar trabalhando? Que nada, vai estar nas praias.

  • O que eu cristão tenho que ver com isso? A minha postura tem que ser diferente, por isso devemos diferenciar valor e cultura.A cultura pode ter ido pro espaço, mas o valor cristão não.

O que estão pregando por aí:

    1. O engajamento na busca de justiça social pela busca de sucesso pessoal individualista;
    2. A preocupação em formar pessoas de caráter pela preocupação de formar pessoas de sucesso;
    3. O compromisso com o cumprimento  do dever pelo compromisso com a satisfação da vontade;
    4. A concepção cristã de que o mal é endógeno pela crença de que o mal é apenas uma reação mental inadequada às circunstâncias.

Nós temos que fazer a diferença lá fora. Por isso que temos que fazer uma contra-cultura. Enquanto todos estão roubando não temos que roubar.Mas qual é a cultura? Nas escolas ensinando evolucionismo, Dom Casmurro, A moreninha, Cinco Minutos, entre outros livros que talvez não trouxe nada de bom para você a não ser conhecimento literário. A lei de Gérson, o jeitinho brasileiro; levar vantagem em tudo. Isso é motivo de orgulho para alguns. Nas filas, sempre tem alguém que se acha inteligente de furar fila.

Eu cristão tenho que dar a resposta para esse contexto, por isso que valor cristão não temos que negociar. Estamos em um mundo, no qual todos estão vivendo de todos os jeitos. Já virou lenda o tempo em que os negócios eram feitos na base do fio do bigode, em que a honra valia mais que o lucro e fazer o que é certo era mais compensador do que ter prazer.

—->Para ler a parte 1 clique aqui

Continuo em algum outro post,

Franzé Jr